Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Interferência em sonhos lúcidos

Exercícios ajudam a conscientemente controlar devaneios e obter benefícios na vida real

abril de 2013
Herbert Kratky/Shutterstock
Até agora, alguns psicólogos utilizavam treinamentos objetivos no sonho lúcido principalmente para tratar pesadelos. Exercícios autossugestivos antes de adormecer – nos quais a pessoa se pergunta se ainda está acordada ou já está dormindo – elevam a possibilidade de fases de sonhos lúcidos conscientes. Pacientes atormentados por pesadelos frequentes conseguem se distanciar emocionalmente com mais facilidade do conteúdo sonhado por meio desse método. Alguns se tornam capazes até mesmo de fugir de perigos experimentados em sonho.

Além disso, há indícios de que formações oníricas lúcidas possam facilitar a aprendizagem de sequências de movimentos complexas. Nós todos somos capazes de realizar coisas extraordinárias em sonho: conseguimos voar, atravessar paredes ou fazer objetos desaparecerem. Segundo resultados de um estudo realizado pelo psicólogo especialista em esportes, Daniel Erlacher, da Universidade de Heidelberg, atletas com um treinamento objetivo em sonhos lúcidos conseguem internalizar mais rapidamente sequências motoras complexas, como no salto em altura.

O uso de técnicas de visualização na passagem da vigília para o sono são bastante semelhantes a esse método. Nesse caso, o objetivo é manter o controle consciente da situação imaginando determinadas sequências de movimento de forma profundamente relaxada. Aos interessados em treinar a habilidade, porém, especialistas avisam que, em geral, é preciso persistir por pelo menos três semanas até que sejam percebidos os primeiros resultados.

Leia mais:

Sonhos podem ajudar a reter informações

As respostas que vêm dos sonhos