Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Inversão de papéis na hora da negociação

outubro de 2008
©RODANIA/SHUTTERSTOCK
Homens são mais agressivos, e mulheres mais emocionais – é o que diz o senso comum. Mas esta visão estereotipada dos comportamentos masculino e feminino não se confirmou num estudo sobre negociação no ambiente de trabalho, realizado por pesquisadores da Universidade do Sul da Califórnia. Ao contrário, quando confrontadas com situações delicadas que simulavam o que muitas vezes acontece dentro de grandes empresas, as mulheres foram bem mais incisivas e autoritárias. Já os homens tenderam a se portar de forma mais serena e aberta a discussão. Participaram da pesquisa 190 estudantes de administração e negócios da universidade.

As conseqüências foram diferentes para cada sexo. Ao se comportar de forma mais conciliatória, os homens foram bem avaliados por seus interlocutores. Já as mulheres muito assertivas foram, em geral, vistas de forma negativa. Para os autores, estes resultados devem ser levados em conta no ensino de técnicas de negociação. O estudo foi publicado na revista Negotiation and Conflict Management Research.