Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Livro sobre Nise da Silveira será lançado em São Paulo

Livro apresenta passagens da vida da fundadora do Museu de Imagens do Inconsciente sem a pretensão de escrever uma biografia linear

novembro de 2008
Museu da República, RJ
Nise da Silveira
Uma das mais expressivas e fascinantes personalidades brasileiras, a psiquiatra Nise da Silveira, nascida em 1906 e morta em 1999, marcou de forma contundente gerações de médicos e psicólogos. É possível até discordar dela, mas é bastante improvável que algum profissional da área da saúde mental fique alheio ao trabalho desenvolvido pela fundadora do Museu de Imagens do Inconsciente. Sua vida e sua obra são temas do livro Nise – Arqueóloga dos Mares, escrito pelo jornalista Bernardo Carneiro Horta – que conviveu com a médica durante 12 anos. Ele apresenta um painel de acontecimentos marcantes de sua vida. Trata da infância nas Alagoas do início do século XX, da chegada ao Rio de Janeiro em 1927 e de sua prisão durante o governo de Getúlio Vargas, quando Nise esteve na mesma cela de Olga Benário. Como não podia deixar de ser, Horta enfoca o encontro com o analista suíço Carl Gustav Jung, discípulo predileto de Sigmund Freud, mais tarde rompido com o mestre e, por fim, a consagração internacional do trabalho da psiquiatra.

Embora o autor prometa oferecer informações inéditas, seu trabalho não tem a pretensão de ser uma biografia convencional, até porque a própria personagem tema do livro dizia não acreditar em biografias, por considerar que a linearidade cronológica do gênero seria sempre incapaz de revelar a verdadeira profundidade de uma existência. “A proposta é apresentar uma narrativa fragmentada; as unidades de texto reúnem situações e episódios espalhados, predispondo o leitor a criar sua própria imagem de Nise”, afirma Horta.

O lançamento em São Paulo será neste sábado, dia 29, na Associação Franco Basaglia (Rua Carlos Comenale, 32, Bela Vista, atrás do MASP - Estação Trianon–Masp do Metro), às 11h, com uma mesa-redonda formada pelo autor, pela psiquiatra Márcia Leitão da Cunha e pelo analista junguiano Arnaldo Motta.

Mais informações pelo e-mail arqueologadosmares@gmail.com