Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Localização espacial da dor intriga cientistas

Estudo recente consegue esclarecer alguns aspectos desse complexo processo, colocando em evidência um número de áreas cerebrais bem superior ao que se supunha até então

abril de 2007
Universidade de Pittsburgh
Áreas cerebrais que controlam as emoções participam também da localização da dor
Onde está doendo? Muitas vezes o paciente não consegue definir com precisão a localização da dor, nem a ciência compreende exatamente por que esse fenômeno ocorre. Estudo recente coordenado pelo neurocientista Robert Coghill, da Faculdade de Medicina da Universidade de Wake Forest, conseguiu esclarecer alguns aspectos desse complexo processo, pondo em evidência um número de áreas cerebrais bem superior ao que se supunha até então.

Os resultados da pesquisa, publicados no Journal of Neuroscience, negam a hipótese tradicional, segundo a qual poucas áreas cerebrais, entre elas o córtex somatossensorial, seriam responsáveis pela localização espacial da dor. Imagens de ressonância magnética funcional revelaram que os mecanismos são muito semelhantes aos envolvidos na localização auditiva e visual.

"Toda uma rede de áreas cerebrais se acendeu enquanto a localização espacial estava sendo avaliada”, diz Coghill. "Estávamos observando algo de novo e diferente: áreas que historicamente eram consideradas na elaboração dos aspectos emotivos da dor participavam também de sua localização. Isso abre um quadro conceitual completamente novo sobre o modo de pensar os aspectos espaciais da dor."

"A dor ainda não está bem compreendida, e precisamos de tratamentos melhores. Essa mudança de foco poderá ser importante para direcionar novas pesquisas e terapias” comenta Yoshitetsu Oshiro, co-autor do estudo.