Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Brilho das telas de computador influi na qualidade do sono

Uso frequente dos aparelhos pode alterar produção de hormônios e desregular o sistema circadiano

fevereiro de 2013
Dewayne Flowers/Shutterstock
Usar o Ipad por duas horas com a tela com o grau máximo de luminosidade é suficiente para reduzir a produção normal de melatonina durante o sono, essencial para a regulação do sistema circadiano, o relógio interno – esse hormônio alerta o corpo de que é noite e de que é necessário dormir.

De acordo com estudo do Instituto Politécnico Rensselaer, em Nova York, o uso de telas brilhantes está relacionado ao atraso gradual no horário de ir para a cama. A autora, Mariana Figueiro, sugere que o uso crônico de eletrônicos luminosos pode desregular o sistema circadiano. Ela e sua equipe desenvolveram óculos de proteção contra a luminosidade e observaram os efeitos em voluntários. “A produção de melatonina deles aumentou, então comprovamos que a luz artificial dos monitores tem efeito sobre a produção do hormônio”, diz Mariana, que acredita que, futuramente, os designers e fabricantes de computadores lançarão versões mais “circadianamente amigáveis”. Até lá, ela recomenda substituir o tablet pela leitura do bom e velho livro antes de cair no sono.


Leia mais:

Qualidade do sono afeta vida conjugal

Dormir bem, comer melhor