Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Masp apresenta coletiva com 200 obras sobre sexualidade

Mostra é grande destaque da programação sobre sexo e erotismo, eixo temático do museu em 2017

outubro de 2017
Da redação
Cortesia Peres Projects

Dorothy Iannone. I love to beat you (Eu amo te vencer), 1969-70

Da submissão de Angélica acorrentada, pintura neoclássica de Jean-Auguste Dominique Ingres, à libertação sexual psicodélica de Eu amo te vencer, obra dos anos 60 da artista visual feminista Dorothy Iannone. Essa é a proposta de Histórias da sexualidade – corpo, sexo e erotismo vistos de múltiplas perspectivas de tempo, de espaço e de cultura em uma ambiciosa reunião de 200 obras do acervo do Museu de Arte de São Paulo (Masp) e de coleções internacionais. A coletiva é o carro-chefe da programação temática sobre sexualidade que o museu está apresentando este ano.

Trabalhos em videoperformance, pintura, escultura e fotografia, entre outros suportes, estão divididos em núcleos temáticos. Corpos nus traz representações do corpo feminino, masculino e queer ao longo dos séculos; Totemismos dedica-se aos genitais, reunindo falos e vulvas, desde pinturas rupestres até fotografias em alta definição; Linguagem dialoga com a semiótica ao tratar das representações simbólicas da sexualidade; Performatividade de gênero se aprofunda nas questões da heteronormatividade e da diversidade; Jogos de prazer convida o visitante para o terreno do fetiche e das fantasias sexuais; Mercado do sexo aborda a prostituição e a pornografia; Religiosidade traz obras, em especial as do período renascentista, que retratam santos e mártires com alta carga sexual; e, por fim, Voyeurismo, sobre olhar e ser visto na intimidade em um mundo repleto de câmeras.   

No subsolo do museu, o núcleo Políticas do corpo e ativismos traz trabalhos que provocam uma reflexão sobre questões que merecem um olhar urgente das políticas públicas, como feminicídio e transfobia. Propositadamente nomeada com o mesmo título da famosa obra do filósofo Michel Foucault, a mostra propõe um mergulho na história da sexualidade humana. 

Histórias da sexualidade. Museu de Arte de São Paulo (Masp). Avenida Paulista, 1578, São Paulo. De terça a domingo, das 10h às 18h (bilheteria aberta até as 17h30); quinta-feira, das 10h às 20h (bilheteria até 19h30). Informações: (11) 3149-5959. R$ 30,00. De 19 de outubro até fevereiro de 2018.