Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Memórias da primeira menstruação

Adolescente conta em Meu livrinho vermelho situações engraçadas e trágicas sobre o assunto e narra como a menarca marca profundamente o imaginário feminino

agosto de 2012
© Gteam/Shutterstock
Nunca se falou sobre sexualidade tão abertamente, principalmente entre os mais jovens. Apesar disso, muitas adolescentes ainda se sentem constrangidas quando menstruam pela primeira vez. Foi o caso da estudante Rachel Kauder, de 18 anos, autora de Meu livrinho vermelho (Record, 2012). Aos 12, ela envergonhou-se ao perceber a mancha de sangue na roupa de banho enquanto brincava na água num passeio com a família – para piorar a situação, o pai e a irmã espalharam a notícia. Anos depois, em um exercício escolar, ela experimentou escrever sobre o episódio e percebeu que o resultado foi positivo. Decidiu então recolher depoimentos de 92 parentes, professoras e amigas sobre o assunto. 

As narrativas, algumas engraçadas, outras trágicas, refletem como a menarca marca profundamente o imaginário feminino. O relato de uma tia-avó da escritora, por exemplo, é comovente. Seu sangramento veio aos 13 anos, quando fugia com os pais da Polônia no início da Segunda Guerra Mundial. Com nojo do sangue que molhava sua roupa, um oficial nazista abriu mão de revistá-la. Rachel, que foi selecionada para estudar na Universidade Yale, criou um site para que internautas compartilhem suas experiências. Vale a pena conferir algumas delas em www.mylittleredbook.net.