Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Neuroimagem pode “prever” sucesso de quem deseja abandonar o cigarro

Pessoas com maior atividade no córtex pré-frontal médio têm mais chances de se livrar da dependência

fevereiro de 2011
© Wallenrock/Shutterstock
Se você está querendo parar de fumar, saiba que a atividade de seu córtex pré-frontal médio pode ser determinante para o sucesso – ou fracasso – dessa intenção. A conclusão é do estudo feito na Universidade da Califórnia, em Los Angeles, pela pesquisadora Emily Falk, diretora do Laboratório de Neurociência e Comunicação da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos. A cientista recrutou 28 voluntários com interesse declarado em abandonar a dependência e mostrou a eles mensagens que estimulavam essa decisão. Durante o experimento os participantes tiveram seu funcionamento cerebral monitorado por meio de neuroimagem. Em seguida eles escreveram de que forma tinham sido influenciados pelos textos e se estavam mais determinados a se livrar da dependência. Um mês depois os voluntários retornaram ao laboratório para responderem se foram bem-sucedidos. Com base nessas informações e analisando as tomografias Emily observou que quem apresentou maior atividade na área do córtex pré-frontal médio conseguiu abandonar o tabaco. O estudo foi publicado no periódico Health Psychology.