Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Novas pistas sobre origem da alexitimia

junho de 2008
© Mwookie/Dreamstime
A principal teoria sobre a causa da alexitimia – distúrbio raro em que a pessoa tem dificuldade para se expressar verbalmente, demonstrar sentimentos e descrever as próprias sensações corporais –, formulada há 30 anos, sugere uma falha na transmissão da informação entre os hemisférios cerebrais. Um estudo realizado por pesquisadores italianos demonstrou, pela primeira vez, que essa hipótese parece estar correta.

Participaram da pesquisa 32 voluntários, divididos em dois grupos, segundo o grau de alexitimia (alto ou baixo), e avaliado por uma escala específica para o transtorno. Para testar a transmissão de sinais neurais entre os dois lados do cérebro foi usada a técnica de estimulação magnética transcraniana. Primeiro, um estímulo é aplicado no córtex motor de um hemisfério; depois, repete-se o procedimento do outro lado. A intensidade da contração dos músculos da mão é proporcional à preservação da transmissão inter-hemisférica.

Os resultados mostraram que os participantes do grupo com alto grau de alexitimia tiveram inibição mais proeminente numa região conhecida por corpo caloso (que faz a ligação entre as duas metades do cérebro), em comparação com os indivíduos com grau mais leve do distúrbio. O estudo foi publicado na revista Psychotherapy and Psychosomatics.