Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

O bê-á-bá da psicologia e da filosofia

Voltada para jovens, série apresenta conceitos fundamentais das duas áreas em linguagem clara e objetiva; gráficos e ilustrações facilitam a compreensão dos conteúdos

março de 2015
Fernanda Teixeira Ribeiro
Divulgação

A mente é produto do cérebro? Há traços natos em nossa personalidade ou tudo que somos é resultado das interações com o ambiente? O que é consciência? Certamente, ao ler Se liga na psicologia! você vai perceber que essas são questões permanentes do estudo da mente, ainda sem resposta certa. Mas vai se surpreender com a quantidade de investigações e conceitos em torno desses e de outros temas instigantes. Novo título da coleção As grandes ideias de todos os tempos, da Globo Livros, apresenta os principais conceitos da área e os teóricos de maior destaque, em tópicos resumidos e com o apoio de ilustrações e gráficos. Em formato de almanaque, a obra é voltada especialmente para jovens na fase de definir suas escolhas profissionais: traz um capítulo extra sobre as várias áreas em que o psicólogo pode atuar, além de explicar os principais métodos de pesquisa que sustentam as descobertas descritas no livro.

O primeiro capítulo, O que nos motiva?, trata da influência dos primeiros anos de vida e da educação sobre nossa maneira de ver o mundo. Explora as teorias de Jean Piaget sobre os estágios de desenvolvimento cognitivo e o esboço da ideia, pelo fisiologista Ivan Pavlov, de que somos moldados pelo ambiente em que vivemos, aprofundada mais tarde por Burrhus Skinner, fundador do behaviorismo – tudo que aprendemos e a forma como nos comportamos, afirma, são respostas do organismo a estímulos externos. Discute também se a moral pode ser considerada inata ou resultado da cultura e da educação. Frases com as ideias centrais de pensadores que mais influenciaram a psicologia aparecem em destaque no texto.

As conexões entre a biologia do cérebro e o comportamento são discutidas no segundo capítulo, Como o cérebro funciona?, que apresenta noções básicas da anatomia cerebral e mostra o quanto o estudo das lesões cerebrais – como o famoso caso Phineas Gage, o rapaz que teve o crânio perfurado por uma barra e depois disso “mudou de personalidade” – tem contribuído para a concepção atual da neurociência de que algumas funções mentais específicas dependem da estrutura física do cérebro, resumida pelo neurocientista Francis Crick: “Nossas alegrias e tristezas, nossas memórias e ambições, nosso senso de identidade e nosso livre-arbítrio, em última instância, não são nada mais que o comportamento de um imenso grupo de células nervosas”. Aborda possíveis origens biológicas do sonho, como uma ferramenta para ensaiar a vivência de situações estressantes e, claro, para resolver problemas de forma criativa.

Os capítulos seguintes deixam a estrutura física do cérebro à parte e tratam da mente. O que é ser louco? Para que serve a terapia? O que torna você único? A descrição das teorias da personalidade e dos revolucionários conceitos de Sigmund Freud – a consciência seria apenas a ponta do iceberg dos conteúdos de nossa mente – instiga o leitor a querer se aprofundar. A obra traz, aliás, um anexo com uma breve biografia de cada teórico que aparece no livro e um glossário.

Com a edição sobre psicologia, foi lançada também Se liga na filosofia!, nos mesmos moldes.  O livro traz biografias e resumos das ideias dos mais influentes pensadores – Sócrates, Platão, Hanna Arendt, Immanuel Kant, entre outros. O capítulo O que é a mente? faz relações interessantes com o outro livro da série – psicologia e neurociência se desenvolveram para nos ajudar a responder a questões filosóficas a respeito da mente, do cérebro, da noção de “eu” e da percepção do mundo. Dessa perspectiva, embora a ciência pareça ter respondido a perguntas originais sobre o universo, sempre há algo mais a ser descoberto.

Se liga na psicologia!
Marcus Weeks. Globo Livros, 2014.
160 págs. R$39,90.

Se liga na filosofia!
Marcus Weeks. Globo Livros, 2014.
160 págs. R$39,90.