Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

O pintor da loucura

Em exposição em São Paulo, o português Adelino Ângelo registra em suas telas os “indesejáveis”: ciganos, mendigos e doentes mentais

janeiro de 2015
Desesperado / Óleo sobre platex, 1982/ Divulgação

Considerado um dos maiores pintores retratistas da atualidade, o português Adelino Ângelo tem 22 de suas obras expostas na Pinacoteca da Associação Paulista de Medicina, em São Paulo. Pintor dos “indesejáveis”, registrou em suas telas principalmente ciganos, mendigos e doentes mentais. 

De acordo com o diretor cultural da mostra, o psiquiatra forense Guido Palomba, o trabalho do artista pode ser comparado à psicanálise. Os personagens retratados evocam aspectos muitas vezes incômodos, que não raro evitamos lidar de forma consciente: o medo de enlouquecer, a dependência do sistema econômico e do status social, os sacrifícios diários de liberdade e desejos em prol de um ideal de segurança e estabilidade. 

As emoções de Adelino Ângelo. Pinacoteca da Associação Paulista de Medicina (APM). Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 278, 8o andar, Centro, São Paulo. Segunda a sexta-feira, das 10h às 20h. Informações: (11) 3188-4304. Grátis. Até 27 de fevereiro.

Leia Mais

Arte Perturbadora
Na síndrome de stendhal, o contato com certas obras de arte, especialmente as do renascimento italiano, provoca confusão mental e alucinações e traz à tona transtornos psíquicos latentes.

Arte e dores psíquicas
Site reúne obras criadas por artistas com transtornos mentais