Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

O realismo impossível de Li Wei

Ilusionista chinês fotografa modelos suspensos por fios

junho de 2012
REPRODUCÃO
As fotografias reproduzidas ao lado não são montagens. O ilusionista chinês Li Wei usou guindastes, fios e a ajuda de alguns amigos para pendurar-se na parte de fora da janela de um prédio e também para reproduzir com pessoas a trajetória de pedaços de papel jogados de um veículo em movimento. “Em poucas décadas, a população urbana da China e da maioria dos outros países aumentou. A maioria com certeza vive confinada em cubículos em grandes prédios. Para mim isso está relacionado a uma mudança enorme na percepção e nas emoções. Pensei em capturar o pensamento de um observador que olha pela janela e tem vontade de desafiar limitações – sociais, econômicas, da gravidade”, diz o artista de 41 anos sobre a fotografia 29 andares de liberdade.

Os recursos digitais foram usados apenas para apagar os fios que o mantiveram suspenso no ar. “Tento encontrar uma espécie de ponto entre realidade e fantasia, por isso fotografo minhas performances em vez de montá-las em computador”, diz. Mais de cem obras de Li Wei, produzidas desde os anos 90, podem ser conferidas em seu site: http://www.liweiart.com/english/works_photo.htm.