Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

O segredo da fascinação pelo horror

Para algumas pessoas, ambiente seguro poderia transformar pavor em intenso prazer

setembro de 2007
DIVULGAÇÃO
FRANKENSTEIN (1931). de James Whale
Por que tanta gente gosta de assistir a filmes de terror? A pergunta sempre intrigou psicólogos, já que o que se espera do comportamento humano é a busca do prazer da segurança e a rejeição ao sofrimento e à dor. Segundo artigo publicado no Journal of Consumer Research, a explicação para essa contradição está no fato de as pessoas conseguirem experimentar ao mesmo tempo emoções positivas e negativas, e se divertir com isso.

Os psicólogos Eduardo Andrade, da Universidade da Califórnia em Berkeley, e Joel B. Cohen, da Universidade da Flórida, desenvolveram uma nova metodologia para identificar sentimentos positivos e negativos simultâneos, algo que sempre se considerou impossível ocorrer. “Os momentos de prazer de um evento particular podem ser também os mais aterrorizantes”, diz Andrade. Segundo ele, quando os indivíduos estão num ambiente física e psicologicamente favorável, o medo se transforma em intenso prazer.

O fenômeno explica, segundo os autores, a atração de algumas pessoas por esportes radicais. Os resultados contrariam a teoria segundo a qual as pessoas buscam esse tipo de divertimento para desfrutar do alívio que se segue aos instantes de medo e que, como lembram os psicólogos, nunca foi comprovada experimentalmente.