Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Paciente com paralisia cria animação dentro do hospital

Projeto de desenho 3D já recebeu R$145 mil de financiamento para episódio piloto

julho de 2013
Divulgação
Interno do Hospital das Clínicas (HC), em São Paulo, há mais de quatro décadas, Paulo Henrique Machado mora em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde o começo da infância, por causa de paralisia infantil. Lá, fez amigos entre companheiros de quarto, médicos e enfermeiros, vivendo, em suas palavras, como uma criança normal. Os movimentos limitados e a necessidade de usar aparelhos para respirar não o impediram de estudar informática no próprio leito e aprender técnicas de animação 3D. Hoje, aos 45 anos, ele conseguiu arrecadar cerca de R$145 mil no site de financiamento coletivo Catarse para realizar seu primeiro projeto, um episódio piloto do desenho As aventuras de Léca e seus amigos, sobre um grupo de crianças com deficiência física.

Léca foi inspirada em uma grande amiga de Paulo, também vítima de poliomielite: Eliana Zagui, que vive na cama ao lado, autora do livro Pulmão de aço: uma vida no maior hospital do Brasil (Belaletra, 2012). No episódio que será produzido, Léco (o próprio Paulo) é levado a um parque de diversões, mas, por não haver nenhum brinquedo adaptado para ele, decide trocar seus bilhetes por chocolate quente. Saiba mais sobre o projeto em http://catarse.me/pt/leca.

Leia mais:

Software brasileiro melhora percepção auditiva em crianças com dislexia

Aplicativo traduz português para linguagem de sinais