Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Pacientes com anorexia têm até 17 vezes mais risco de morrer em decorrência do transtorno

dezembro de 2006
Os transtornos alimentares (anorexia e bulimia nervosas, transtorno da
compulsão alimentar periódica e transtornos alimentares não especificados) acometem em torno de 10% das mulheres jovens. Esses transtornos levam ao prejuízo da saúde física e psicossocial numa faixa etária em que normalmente não se espera encontrar alta morbidade. A anorexia nervosa apresenta um dos mais altos índices de letalidade entre pessoas com transtornos mentais, podendo aumentar em até 17 vezes o risco de morte nesses casos.
Copyright iStockphoto
Pessoas mais ligadas a atividades físicas - como bailarinas, modelos e praticantes de esportes -costumam ser mais sujeitas ao transtorno
É importante ressaltar que o desenvolvimento de um transtorno alimentar ocorre a partir da interação entre fatores biológicos, psicológicos, familiares e culturais. A valorização excessiva de um padrão de magreza extrema pode contribuir fortemente para o desenvolvimento e manutenção de padrões alimentares inadequados em pessoas suscetíveis. A maior parte da população afetada é composta por indivíduos comuns. Porém, pessoas mais ligadas a atividades físicas - como bailarinas, modelos e praticantes de esportes - costumam ser mais sujeitas ao transtorno.

Os trágicos falecimentos de Ana Carolina Reston e Carla Sobrado Casalle,ocorridos em novembro, trazem à tona a necessidade de uma discussão ampliada entre as várias instâncias da sociedade, envolvendo profissionais da área de saúde, representantes da indústria da moda, de associações de pais e mestres e de instâncias governamentais e jurídicas, com o objetivo de elaborar propostas de real impacto na proteção da saúde física e mental dos jovens.

Este comunicado foi elaborado pelos centros de assistência e pesquisa em transtornos alimentares do Brasil e a Associação Brasileira de Psiquiatria. O objetivo é se posicionar acerca do recente falecimento de jovens em decorrência de transtornos alimentares. Visa também divulgar a nota oficial à imprensa elaborada pela Academia para os Transtornos Alimentares, entidade internacional que congrega profissionais de saúde na área dos transtornos do comportamento alimentar.

Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP)
Grupo de Obesidade e Transtornos Alimentares (GOTA/IEDE-UFRJ)
Grupo de Estudos e Assistência em Transtornos Alimentares (GEATA- CEAPIA, POA,RS)
Ambulatório de Bulimia e Transtornos Alimentares (AMBULIM) (IPQ-USP
Projeto de Atendimento, Ensino e Pesquisa em Transtornos Alimentares na
Infância e Adolescência
(PROTAD - AMBULIM) (IPQ-USP)
Programa de Orientação e Assistência aos Transtornos Alimentares
(PROATA-UNIFESP)
Projeto de Investigação e Intervenção na Clínica da Anorexia e da Bulimia (INSTITUTO SEDES SAPIENTIAE-SP)
Grupo de Estudos em Nutrição e Transtornos Alimentares (GENTA-SP)