Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Para nosso cérebro o sucesso é mais poderoso que o fracasso

Pesquisadores desvendam o que está por trás da sorte e como a mente reage tanto em situações positivas quanto negativas

agosto de 2010
©KMTU/Dreamstime
Ao acertarmos um strike, por exemplo, somos tomados por uma onda de prazer e motivados a repetir a ação
Você já acertou uma série de strikes no boliche sem ter a mínima ideia de como isso aconteceu? Pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts descobriram que pode haver muito mais por trás desse acontecimento além de apenas um bocado de sorte. Os resultados de um estudo oferecem indicações sobre como a mente aprende com situações positivas e negativas. Ao treinar macacos para realizar tarefas visuais com na quais era possível escolher duas opções, os pesquisadores descobriram que o cérebro dos animais armazenava as experiências recentes tanto de sucesso quanto de fracasso. Porém, a resposta correta produzia um efeito impressionante: melhorava o processamento neural, aumentando o desempenho na prova seguinte. Caso um animal cometesse um erro em uma tentativa, mesmo após ter dominado a tarefa, seu desempenho na prova seguinte era governado pelo acaso – os erros eram descartados, e ele não aprendia.

“O sucesso influencia muito mais o cérebro que o fracasso”, explica o neurocientista Earl Miller, que ¬coordenou o estudo. Ele acredita que as descobertas se aplicam a muitos aspectos do cotidiano: o mau êxito, em geral, não recebe atenção, ao contrário do sucesso, que é recompensado com prêmios – como quando comemoramos os strikes na pista de boliche. O sentimento de prazer da vitória é provocado por uma onda no neurotransmissor dopamina. Quando conseguimos acertar “em cheio” a bola nos pinos e fazer o desejado strike, a substância envia sinais para que a ação vitoriosa seja repetida.