Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Peça se passa em manicômio na Rússia comunista

Protagonista é enviado pelo regime a um centro psiquiátrico em Moscou para explicar a ideologia aos internos

setembro de 2014

Nos anos 50 um escritor é enviado pelo regime comunista a um centro psiquiátrico em Moscou com a missão de explicar a ideologia aos internos - homens e mulheres com problemas mentais ou tão somente opositores da ditadura de Josef Stalin, confinados por representarem uma ameaça.

Em A história do comunismo contada aos doentes mentais, adaptação do texto do dramaturgo romeno Matei Visniec pela Cia. Anjos Pornográficos, o conceito de loucura é fluido: loucos são os doentes mentais, a minoria que discorda do regime ou a massa que idolatra um líder e apoia o massacre daqueles que não se enquadram?

“O texto de Visniec fala de uma questão atual: a falência das utopias. É um texto pertinente ao momento histórico que vivemos, de extremo individualismo e desconfiança das ideologias”, diz o diretor, André Abujamra.

Leia mais


Protestos, desejos e compreensão de si
A democracia que descobrimos mudará nossa autocompreensão coletiva: já sabemos que “um outro mundo é possível”