Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Pesquisadores identificam novo gene da distonia

Descoberta pode facilitar busca por novas formas de tratar a doença

março de 2008
©Renee Deschamps/iStockphoto
Estudo coordenado pela médica Sarah Teixeira Camargos, do Ambulatório de Distúrbios do Movimento do Hospital das Clínicas (HC) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) possibilitou a descoberta de um gene causador da distonia. A doença neurológica é caracterizada pela contração de um ou vários músculos de forma repetitiva, o que pode provocar movimentos de torção ou posturas fora do padrão. A pesquisa foi realizada com 120 pacientes.

O gene denominado PRKRA, relacionado à resposta celular ao stress, foi encontrado em membros em três famílias brasileiras de Minas Gerais. Segundo a pesquisadora, a descoberta permitirá a busca de novas formas de tratar a anomalia, embora ainda sejam necessários estudos complementares para determinar como a alteração de sua função afeta as células. Os dados foram analisados no Laboratório de Neurogenética do Instituto Nacional do Envelhecimento, nos Estados Unidos e os resultados, publicados pela revista The Lancet Neurology. (Agência Fapesp)