Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Pessoas extrovertidas têm menos chances de adquirir doenças inflamatórias associadas ao stress

junho de 2009
₢Yuri Arcurs/Shutterstock
A extroversão é um traço de personalidade que parece proteger o organismo de doenças inflamatórias associadas ao stress. A conclusão vem de um estudo realizado na Universidade de Rochester, Estados Unidos que acaba de ser publicado na revista Brain, Behavior and Immunity. Os resultados mostram mais uma evidência sobre as ainda pouco conhecidas conexões entre corpo e mente.

A pesquisa, realizada com 103 voluntários com 40 anos ou mais, mostrou que os extrovertidos – mais focados no mundo que os rodeia e mais felizes quando ativos e na companhia de outras pessoas – apresentaram níveis bem mais baixos de interleucina 6, molécula do sistema imunológico e marcador de processos inflamatórios que estão presentes em doenças como aterosclerose, artrite reumatóide e até Alzheimer. Nos introvertidos, mais tímidos e orientados para si, os níveis desse mensageiro químico foram significativamente mais elevados.

Os pesquisadores admitem, entretanto, que o resultado não é uma prova de relação de causa e efeito, embora trabalhem com a hipótese de que traços de personalidade possam influenciar respostas imunológicas a estímulos nocivos do ambiente, como tem sido sugerido por outros estudos nessa área que já vem sendo chamada de “cognição imune e neural”. Esse também é o tema de um evento que acontece na Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro, no dia 11 de agosto, e vai reunir especialistas brasileiros em imunologia e neurociências. Mais sobre 1ª Jornada Fluminense sobre Cognição Imune e Neural no endereço: http://tinyurl.com/l6a8gd