Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Protagonismo dos sentidos no teatro

Mulher com doença rara perde aos poucos audição, visão, olfato e tato em montagem de Jô Bilac

outubro de 2016
BIANCA AUN

Pense no quanto nossas memórias estão permeadas por cheiros, toques, palavras ouvidas, cenas que vimos. Os sentidos são nossa porta de acesso para o mundo. Como seria se não pudéssemos mais contar com eles? Novas memórias seriam possíveis? Essa é a reflexão proposta por Amanda, texto do premiado dramaturgo Jô Bilac.

A protagonista é uma mulher de meia-idade que, tempos depois de conviver em segredo com a surdez, percebe que está perdendo também os outros sentidos. Em passagens de humor e tragédia, o espectador acompanha as transformações de Amanda, que deixa uma carta fictícia sobre sua experiência endereçada à atriz Rita Clemente – sua própria intérprete, que lê trechos desse texto para o público durante o espetáculo.  

Amanda.
Sesc Consolação. Rua Doutor Vila Nova, 245, Vila Buarque, São Paulo.
Segunda e terça, às 21h. Informações: (11) 3234-3000. R$ 20.
Até 15 de outubro.

Para mais sugestões como esta adquira a edição de outubro de Mente e Cérebro, disponível na Loja Segmento: http://bit.ly/2ekCMnU 

Leia mais:

Implantes que aprimoram os sentidos
Pesquisa da Universidade Duke poderá facilitar o controle de membros artificiais por usuários de próteses

Rituais muçulmanos “modelam” os cinco sentidos