Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Roupa terapêutica simula abraço

junho de 2008
© Sheryl Griffin/Istockphoto
Uma jaqueta equipada com um dispositivo de pressão, que já ganhou o apelido de “abraço portátil”, pode auxiliar pessoas com transtornos mentais a lidar melhor com a ansiedade em situações de interação social. Desenvolvido por pesquisadores da Universidade de Massachussets, o produto foi projetado inicialmente para crianças com transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH).

A idéia surgiu da observação de terapeutas ocupacionais de que a chamada “estimulação tátil de pressão profunda” (técnica que geralmente utiliza cobertores grossos para envolver firmemente o tronco e os braços da pessoa) ajudava os pacientes a se manter concentrados, reduzia a ansiedade e evitava comportamentos agressivos.

Oito estudos clínicos realizados com jovens saudáveis já demonstraram que a jaqueta terapêutica é segura e mais eficaz que o método dos cobertores. A próxima fase de testes, com crianças portadoras de autismo e de TDAH, deve ter início ainda este ano. Os pesquisadores planejam também desenvolver um cobertor terapêutico, com o mesmo princípio, para ser utilizado por pacientes que tenham dificuldade para dormir.