Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Seu cérebro é assim mesmo?

A representação do cérebro na mídia é mais realista do que parece - o que os cientistas buscam é um meio-­termo entre informação e estética

outubro de 2014
Palau/Shutterstock
Imagens coloridas do cérebro dominam muitas revistas de neurociências e estão presentes em mídias populares. Mas será que elas realmente mostram a “mente trabalhando”? Em breve, será possível observar os pensamentos de uma pessoa num cérebro de vidro?

Não é o caso: a representação das redes e funções do cérebro parece mais realista do que é de verdade! Todas as imagens apresentadas aqui são resultados de cálculos complexos, assim como escolhas subjetivas dos cientistas, que têm de achar um meio-­termo entre conteúdo de informação e estética. Daniel Margulies, pesquisador do Instituto Max Planck, acredita que acabar com a neuroimagem, como exigem alguns críticos, é exagero: “O objetivo das imagens é transmitir conhecimento. Para isso, um visual atraente pode ajudar. Imagens cerebrais podem ser bonitas e, ao mesmo tempo, informativas”.

Estudo com imagens 3D do cérebro busca marcadores biológicos do TDAH
Objetivo é encontrar evidências neurológicas para que, no futuro, o diagnóstico não seja apenas clínico

Exames de neuroimagem são confiáveis?
Artigo assinado por pesquisadores do MIT e da Universidade da Califórnia em San Diego sugere que parte dos estudos de neurociência pode estar comprometida por análises estatísticas inadequadas