Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Sinfonia de luz

Galeria no rio de janeiro exibe instalações luminosas de Julio Le Parc, ícone da arte cinética

 

janeiro de 2014
Julio Le parc Continuel-Lumäre Daros Latinamerica. Zurique | Foto: Adrian Fritschi

Para a neurociência, o que conhecemos como realidade é produto da interpretação que o cérebro faz das informações captadas por nossos sentidos. Tanto que há séculos, artistas e ilusionistas já dominam, intuitivamente, técnicas capazes de “enganar” o cérebro – é por isso que percebemos, por exemplo, um amontoado de pinceladas numa tela plana como uma obra de arte, dotada de profundidade e contrastes de luz e sombra. Entre as correntes artísticas que assumidamente exploram as nuances da percepção está a arte cinética.

Um de seus fundadores, o argentino Julio Le Parc, destacou-se nos estudos sobre como alterações na luminosidade provocam ilusões ópticas: impressão de movimento em objetos estáticos e criam cores que não existem. “O animado jogo de luz transforma o espaço, ao dissolvê-lo e recriá-lo continuamente, tornando o espectador parte integral da obra de arte”, explica Hans-Michael Herzog, curador da retrospectiva do artista em exposição na Casa Daros, no Rio de Janeiro: Le Parc Lumière.

O título da mostra faz referência à atmosfera de sonho proposta: são 30 instalações espalhadas por salas escuras, de maneira que espectador tem de se orientar de uma forma luminosa para outra. Cada uma delas parece – aos menos para os olhos – perfeitamente palpável. Quatro maquetes que explicam os mecanismos usados pelo artista para produzir as obras complementam a exposição. “Experimentar essas vivências luminosas fugazes é uma forma de refletir sobre a natureza instável da realidade, com todas as suas interrupções e mudanças”, diz Herzog.

Le Parc Lumière – Obras cinéticas de Julio Le Parc. Casa Daros. Rua General Severiano, 159, Botafogo, Rio de Janeiro. Informações: (21) 2138-0850. Quarta a sábado, das 11h às 19h. Domingos e feriados, das 11h às 18h. R$12. Grátis às quartas. Até 23 de fevereiro.