Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Só amanhã de manhã

Para se livrar do assédio noturno dos machos, galinhas facilitam o sexo matinal

junho de 2007
© LEE O’DELL/123RF
DOMINÂNCIA MASCULINA deflagra plasticidade comportamental
No reino animal, os machos levam a fama de promíscuos. Além de, em geral, assediar inúmeras fêmeas, são eles que tomam a iniciativa na maior parte das cópulas. E elas, muitas vezes, são atormentadas pela insistência deles.

No mundo das galinhas silvestres também é assim: os machos são responsáveis por 90% das tentativas de acasalamento, quase sempre na calada da noite, depois que elas põem os ovos, momento em que se encontram mais férteis. Pesquisadores da Universidade de Estocolmo, Suécia, descobriram que as galinhas são astutas e manipulam os machos para poder descansar à noite. E fazem isso atraindo-os para a cópula pelas manhãs. “Nos grupos dominados por machos, o assédio sexual à noite é enorme e, ao entreter os machos no início do dia, elas conseguem repousar no período noturno”, explica a bióloga Hanne Lovlie.

Segundo a pesquisadora, o mesmo não ocorre quando as galinhas vivem em grupos dominados por fêmeas. “Isso mostra que o assédio sexual deflagra uma plasticidade no comportamento sexual das galinhas nunca antes observada.” O estudo foi publicado na American Naturalist.