Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Teoria e clínica da compulsão sob o olhar da psicanálise

abril de 2009
DIVULGAÇÃO
MELHOR É IMPOSSÍVEL: protagonista vivido por Jack Nicholson apresenta sintomas de compulsão obsessiva
O Rio de Janeiro será sede do XXII Congresso Brasileiro de Psicanálise: Compulsão, organizado pela Federação Brasileira de Psicanálise, entre os dias 29 de abril e 2 de maio. O objetivo principal do encontro é abordar de maneira multidisciplinar as questões referentes ao tema, discutindo como os sintomas se manifestam, as recentes descobertas clínicas, as abordagens teóricas, as formas mais eficazes de tratamento e os subsídios da neurociência, da psiquiatria e da sociologia que se somam ao olhar psicanalítico. A proposta é considerar também as formas como a cultura contemporânea contribui tanto para o surgimento quanto para a manutenção dos sintomas e como é afetada por eles.

Vivida como imperativo que determina ações e pensamentos de forma repetitiva, para a psicanálise a compulsão é uma formação inconsciente que se torna penosa para o paciente, pois, conscientemente, a pessoa reprova a execução do ato que está praticando – ou se tentando evitá-lo, não age de acordo com seus impulsos, entra em profunda angústia. Este assunto, abordado por Freud em Além do princípio do prazer (1920), entre outros textos, será analisado detalhadamente pelos participantes do congresso, que seguirão três eixos principais: clínico, teórico e social, cada um com 14 mesas-redondas. Com organização presidida pelo psicanalista Cláudio Rossi e participação de importantes psicanalistas de todo o Brasil, as atividades – resultado de pesquisas e estudos teóricos e clínicos – contam ainda com 30 espaços de reflexões psicanalíticas, 30 discussões clínicas sobre casos de crianças, adolescentes e adultos, 36 sessões de temas livres e diversos cursos. Além disso, o site do evento – http://www.febrapsi.org.br/congressobrasileiro2009/ – disponibiliza vasta bibliografia sobre os temas a ser abordados.