Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Teste traz esperança de diagnóstico precoce de Alzheimer

Análise de biomarcadores do sangue pode ajudar a detectar a doença antes mesmo do aparecimento de seus sintomas

julho de 2013
Angellodeco/Shutterstock
Em um futuro próximo, marcadores biológicos do Alzheimer poderão ser detectados por meio de teste de sangue antes de os sintomas da doença se manifestarem, segundo estudo publicado na PLoS ONE. Cientistas do centro de pesquisa Clínica Mayo, no Arizona, analisaram líquido cefalorraquidiano e amostras de plasma de 45 pessoas – 15 sem declínio cognitivo, 15 com comprometimento cognitivo leve e as demais já diagnosticadas com Alzheimer. Foram detectadas alterações significativas no plasma sanguíneo e no fluido cerebrospinal dos dois últimos grupos.

Assim, sugerem os pesquisadores, a análise do sangue pode ser um meio confiável para identificar biomarcadores associados a mudanças no líquido cerebrospinal ainda em pessoas com início de declínio cognitivo ou pouco antes de desenvolverem esse sintoma. No estudo, eles usaram uma técnica, relativamente recente, que permite analisar processos celulares subjacentes a determinados sintomas: a metabolômica, que mede as “assinaturas” químicas das vias metabólicas da célula – açúcares, lipídeos, nucleotídeos, aminoácidos e ácidos graxos – para mostrar alterações. No caso, foram identificadas mudanças nos metabólitos relacionados à função mitocondrial (importante no metabolismo energético celular), confirmando estudos anteriores que relacionam esse tipo de alteração à origem da doença.

Leia mais:

A sombra do Alzheimer

Alois Alzheimer – O investigador do cérebro