Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Unifesp busca voluntários para estudos

Pré-requisitos variam de acordo com a pesquisa, como tratamento de fibromialgia e privação de sono

julho de 2013
Sukiyaki/Shutterstock
A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) está recrutando voluntários para estudos em diversas áreas da saúde. Os participantes receberão avaliações médicas gratuitamente e poderão contribuir para o desenvolvimento de tratamentos novos. As pesquisas incluem:

Efeito da lidocaína venosa no alívio de dores da fibromialgia
São requisitados homens e mulheres, entre 18 e 60 anos de idade e que tenham dor generalizada ou diagnosticados com fibromialgia. Os candidatos passarão por questionários e avaliações médicas, e serão tratados com lidocaína. As restrições incluem portadores de doenças neurológicas ou na tireoide, insuficiência cardíaca, e pessoas que fazem uso de medicamentos de ação central, como antidepressivos.
Contato: 97320 3811 ou fibromialgia.unifesp@gmail.com

Impulsividade em dependentes e não dependentes de drogas
A pesquisa pretende analisar as diferenças entre os níveis de impulsividade de dependentes e não-dependentes de drogas. Os candidatos devem ser homens saudáveis e ter entre 18 e 50 anos, com ensino fundamental completo e não fazer uso de drogas.
Contato: 5549 2500 ou projetoimpulsividade@gmail.com

Restrição crônica de sono
Os participantes contribuirão para o estudo das consequências da restrição crônica de sono e devem ser homens entre 20 e 35 anos, com escolaridade minima de oito anos. Além disso, não podem ter dependência de álcool, tabaco e drogas, não podem ser obesos e nem praticar exercícios físicos com regularidade. É necessário que tenham rotinas estabelecidas e durmam mais de 9h por noite. 
Os participantes receberão, além de cópias dos exames realizados, auxílio de R$500,00 para cobrir despesas.
Contato: 5572 0177 ou sqsandra@cepebr.org, com a palavra “Voluntário” no campo “assunto”.

Mais informações:

A epidemia da insônia

Exercício físico reduz insônia crônica