Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Viver e ser feliz com Down

Em resposta à mensagem de uma mãe que acaba de receber o diagnóstico do filho, jovens com Down gravam vídeo desmistificando a síndrome

maio de 2014
Captura de Tela/Reprodução
“Espero um bebê e descobri que ele tem síndrome de Down. Estou com medo, que vida terá meu filho?”, escreveu uma mulher para a Coordenação Nacional das Associações de Pessoas com Síndrome de Down (Coordown) da Itália em fevereiro. A resposta veio um mês depois, em forma de vídeo: jovens adultos com a síndrome, de vários países da Europa, falam para a futura mãe sobre suas vidas.

Esclarecendo os preconceitos mais comuns, mostram que pessoas com Down são capazes de aprender a ler, praticar esportes e, em muitos casos, viajar e morar sozinhas. “Não será fácil. Às vezes parecerá impossível, mas não o é para todas as mães?”, diz um dos rapazes, abraçado à sua mãe.

Disponível com legendas em português no canal da Coordown no YouTube, o vídeo Dear future mom (Querida futura mamãe) já teve mais de 5 milhões de visualizações. Clique aqui para assitir.

Leia mais

Em monólogo, jovem escritor supera preconceitos após ter bebê com síndrome de Down

De volta aos palcos, O filho eterno acompanha o protagonista em seu aprendizado com relação ao distúrbio

Menina com  Down e sua mãe se revezam no papel de fotógrafa

Ideia que começou com interesse da menina em manipular uma câmera tem ajudado em seu desenvolvimento