Cyber Fitness
Seção dedicada a responder e-mails relacionados à atividade física, condicionamento físico, boa forma, corpo saudável...

Como deve ser feita uma avaliação física?


por Simone Sarti

Vemos todos os dias as pessoas procurando por atividades para melhorar sua saúde, para emagrecer, para praticar algum esporte... Mas dificilmente as vemos preocupadas em procurar um especialista para fazer uma avaliação física.

Poucos realmente se importam, outros até "torcem o nariz" não reconhecendo o quanto ela é importante e por isso em muitas academias elas são obrigatórias e já estão incluídas no valor da mensalidade. É fundamental avaliar-se antes de qualquer tipo de exercício físico para que se possa determinar a condição física do individuo e ter parâmetros para verificar a curto, médio e longo prazo dificuldades ou qualidades do aluno.

A avaliação física também é responsável pela boa evolução no treinamento, pois quanto maior o número de dados e informações que o professor tiver sobre seu aluno, mais bem planejado e personalizado será o programa de exercícios.

Uma boa avaliação física deve ser constituída de uma anamnese; teste de capacidade cardiorespiratória; antropometria e análise da composição corporal; avaliação postural e avaliação neuromotora.

A anamnese é apenas um questionário detalhado, um resumo sobre seu estilo de vida (hábitos ou vícios), doenças, doenças na família, cirurgias, dores, remédios que toma, alimentação, sono, atividades físicas, etc.

O teste de capacidade cardiorespiratória consta de: eletrocardiograma; teste de esforço (ergométrico ou ergoespirométrico), que consiste em andar/correr (esteira) ou pedalar (bicicleta ergométrica) em esforço crescente com monitoramento da atividade do coração. Por estar monitorando a atividade cardíaca em esforço ele pode detectar problemas que o eletrocardiograma comum não revela; costuma ser utilizado para detectar doença arterial coronariana. O ergoespirométrico além de verificar a capacidade aeróbia também verifica exatamente as faixas de batimentos cardíacos que vão determinar a intensidade ideal e personalizada de treinamento.

Estes testes devem ser sempre acompanhados por um cardiologista.

Nos testes antropométricos e de composição corporal teremos as medidas de peso e estatura, circunferências (abdome e coxas) e a porcentagem de gordura corporal e massa magra feita através das medidas das dobras cutâneas que podem ser feitas com compassos ou aparelhos específicos para isso.

Na avaliação postural, verifica-se através de observação ou fotografia desvios da coluna vertebral, ombros, joelhos, pés, vícios posturais e desequilíbrios musculares.

A avaliação neuromotora compreende os testes de força, resistência muscular localizada e flexibilidade.

A força, capacidade que o individuo tem de vencer uma resistência, é medida através de um equipamento denominado dinamômetro. Os testes para verificação de resistência muscular são feitos através da execução de movimentos repetidos num determinado espaço de tempo e é geralmente feito com abdominais e flexões de braço.

A flexibilidade é o grau de amplitude de movimento de uma articulação ou conjunto de articulações e no teste é medido a capacidade que o músculo tem de se estender ao máximo. É normalmente utilizado para essas medidas um equipamento chamado banco de Wells.

Enfim, esse conjunto de testes vai determinar sua real condição física, vai detectar seus pontos fortes ou deficiências, ajudando-o a encontrar uma atividade que você melhor se adapte, vai permitir que você perceba seus progressos e vai dar ao professor informações preciosas para montagem de um programa eficiente e seguro. Todos os testes devem ser aplicados pelo avaliador físico, ou seja, o profissional com essa especialização. As reavaliações devem ser feitas conforme indicação do professor, de acordo com os objetivos a serem alcançados, a cada seis meses ou anualmente.

Artigos relacionados - clique no título

>>> Como enrijecer os glúteos?

>>> Sempre procuro movimentar meu corpo no dia a dia. Deixei de ser sedentário?

>>> O que fazer para melhorar meu rendimento na corrida?

>>> Caminhada em ritmo intenso pode trazer os mesmos benefícios de uma corrida?



ATENÇÃO: As respostas do profissional desta coluna não substituem uma consulta ou acompanhamento de um profissional de educação física e não se caracterizam como sendo um atendimento

Colunas relacionadas:
Psicologia do Esporte Cérebro & Corpo Fisioterapia Nutrição Funcional
para ler respostas anteriores
 
Simone Sarti
é personal trainer com pós-graduação em fisiologia do exercício (USP)
>> Mais informações >>
Clique aqui para falar com Simone Sarti
para a página principal