Vida Saudável
Dicas relacionadas à nutrição para a sua saúde

Comer cebola crua faz muito bem à saúde; saiba os benefícios
por Jocelem Salgado




Consumo de 50 gramas de cebola fresca (crua) todos os dias faz bem à saúde

A cebola é a hortaliça condimentar mais consumida no mundo, sendo provavelmente originária da Ásia Central, tendo sido cultivada na Índia e China desde tempos remotos e muito apreciada na Grécia, Roma e Egito Antigo.

No Brasil, a cultura foi introduzida pelos portugueses no litoral do Rio Grande do Sul, que até hoje é uma tradicional área de produção.

Você sabia que Alexandre o Grande fortalecia suas tropas para as batalhas servindo-lhes grandes quantidades de cebola?! E que nas tumbas egípcias também há muitas pinturas de cebolas? Saiba que os registros históricos das cebolas são maiores que de qualquer outra planta.

De acordo com os antigos escritos hebraicos, depois da saída do Egito, a cebola era um dos alimentos mais desejados pelos judeus. E foi através da História que a cebola teve 'poderes' quase que mágicos atribuídos pelos curandeiros, servindo para tudo, desde a calvície até infecções.

Pertencente a família Allium, onde o próprio alho, alho-poró e cebolinha estão inseridos. E o Brasil é um dos países que mais consome cebola no mundo.

Segundo a ANVISA, a cebola é considerada uma especiaria. Por definição, especiarias são os produtos constituídos de partes como raízes, rizoma, bulbos, cascas, folhas, flores, frutos, sementes e talos de uma ou mais espécies vegetais, tradicionalmente utilizadas para agregar sabor ou aroma aos alimentos e bebidas.

Dentre as inúmeras variedades, elas são divididas em duas categorias:

- cebola da primavera ou cebolinha, de sabor suave, com folhas verdes e bulbos comestíveis.

- cebolas redondas - apresentam sabor mais forte e pele externa seca que se desprende.

As cebolinhas são mais suaves e suas características se assemelham mais à cebola e ao alho.

Você sabe escolher o melhor formato de cebola?

Entre tantos tamanhos, formas e sabores, suas folhas devem ser onduladas, verde-escuras e a parte inferior, branca e firme.

Elas podem ser conservadas em geladeiras por alguns dias e as folhas verdes devem ser consumidas antes de amolecerem. Já as cebolas redondas devem ser firmes, sua pele deve ser crocante e seca. A dica é nunca comprar quando elas estiverem moles ao apertar, mofadas ou apresentarem brotos verdes na parte superior, pois são sinais de que já perderam seu viço.

Outro detalhe a ser observado é o odor que deve ser suave, pois saiba que se estiver forte, é sinal de deterioração.

Sua estocagem deve ser feita em local fresco e seco, ao abrigo da luz, que pode dar um sabor amargo. Devem ser guardadas longe das batatas que liberam umidade e um gás que faz com que as cebolas se estraguem mais rapidamente.

O tipo de cebola vermelha apresenta um sabor suave, podendo ser considerada de certa forma adocicada, muito usada para saladas e lanches. As do tipo amarela e branca, possuem sabor mais forte e são usadas para cozir, pois se tornam mais suaves e mais doces quando aquecidas; além do sabor agradável conferido a outros alimentos.

Formas de uso da cebola

Há uma grande variedade de uso para as cebolas, elas podem ser fatiadas e cruas nas saladas e nos sanduíches; cozidas em ensopados, omeletes, sopas; refogadas ou assadas, em cremes e servidas como pratos secundários.

As cebolas da primavera podem ser servidas com vegetais crus, molhos, picadas em saladas ou cozidas no vapor para servir quente.

A sopa de cebola é uma ótima sugestão de refeição leve. Para reduzir as calorias, pode-se usar um caldo isento de gorduras e uma quantidade pequena de queijo light.

Benefícios da cebola

A cebola possui nos seus talos verdes, boa quantidade de vitamina C e betacaroteno, mas a maioria dos cozinheiros valoriza apenas o sabor que a cebola confere a outros alimentos.

Para se ter uma ideia, uma xícara de cebola cozida fornece aproximadamente 225mg de potássio.

Os curandeiros costumavam recomendar cebola como um excelente remédio para o coração e eles não estavam errados. Pois, a presença de adenosina na cebola, substância que impede a formação de coágulos, foi mostrada por pesquisadores, como um alimento importante no combate aos ataques cardíacos.

Outro benefício advindo da cebola é seu fator protetor contra os entupimentos das artérias, provocados pelo colesterol, já que eles alteram o nível de lipoproteínas de alta densidade (HDLs) protetoras.

A pressão alta também pode ser beneficiada com a ingestão de grande quantidade de cebola.

Dentre os muitos benefícios da cebola há um fator negativo que é o mau hálito, que pode ser causado pela presença de compostos de enxofre e ainda favorecer a presença de odor na pele. Porém, podem bloquear o potencial cancerígeno de alguns carcinógenos (agente que estimula ou causa tumor malígno).

Outro fator negativo é que algumas pessoas podem ter gases a partir do consumo de cebolas.

Algumas sabedorias populares recomendavam a cebola para prevenir infecções, pois ela contém uma substância que tem leve efeito antibacteriano.

Outro remédio antigo feito com cebola é a mistura com mel e daí se faz um xarope que é muito benéfico contra tosse.

A cebola ainda pode ser usada como um ótimo descongestionante, a partir da combinação do enxofre com enzimas que formam um tipo de ácido sulfúrico que lacrimeja os olhos, podendo ajudar a limpar as vias respiratórias durante a gripe.

Como consumir?

Assim como o alho, os compostos bioativos presentes na cebola são sensíveis ao calor. Por essa, razão o ideal é consumi-la preferencialmente crua. Caso não seja possível, optar por preparações as quais o tempo de cozimento é curto.

Recomendação

Recomenda-se o consumo de 50 gramas de cebola fresca (crua) todos os dias.

Mais informações: www.jocelemsalgado.com.br

 

Artigos relacionados - clique no título



>>> Alimentos que contêm ômega 9 e seus benefícios à saúde

>>> Consumo adequado de alimentos é mais eficaz que suplementação de vitaminas

>>> Entenda por que as dietas da moda não funcionam

>>> Na geladeira: Será que você sabe acondicionar os alimentos de forma correta?


 

Colunas relacionadas:
Nutrição Funcional Cyber Drogas Psicologia do Esporte Cérebro e Corpo
para ler artigos anteriores
 
Jocelem Salgado
Profª. Titular em Nutrição LAN/ESALQ/USP/Campus, Piracicaba
>> Mais informações >>
Clique aqui
e compre o livro
"Guia dos Funcionais" de
Jocelem Salgado
Clique aqui para falar com Jocelem Salgado
para a página principal