Céu da semana
Perfil astrológico dos sete dias da semana

Semana de 20 a 26 de abril
por Milene Schmitt Batista


Sol ganha destaque e aponta para o novo e pioneiro

Destaque na semana

O ingresso do Sol no signo de Touro inserindo e alternando com um ritmo mais lento, prático, tranquilo na busca de conforto, bem-estar e prazer dentro de um mês forte, marcado por eclipses e o ápice da grande quadratura essa semana, que descortinará e surpreenderá com mudanças e transformações no mundo ao longo dos meses, e de todo o ano de 2014. No dia 23.04 Mercúrio ingressa em Touro, permanecendo até 07.05.

No dia 21.04 Urano e Plutão em quadratura exata. Dois dias após (23.04), Marte fecha a quadratura dos planetas em signos cardinais. Signos que iniciam, dão a partida. Marte em Libra em movimento retrógrado, Júpiter em Câncer, Urano em Áries e Plutão em Capricórnio.

Domingo - 20 de abril

Já se instala certa mansidão no ar como ingresso do Sol em Touro: simplicidade. A Lua em Capricórnio faz um aspecto suave com Netuno mostrando que no silêncio as saídas surgem e a aceitação pode ser mais fácil. Crenças, ideias, conceitos que não servem mais, não se confirmam na prática mas aprisionam. A Lua se junta a Plutão, desafia Marte a olhar com mais profundidade, Júpiter quer se proteger, e se sente afrontado por Urano com sua liberdade, tantas novas e diferentes possibilidades que parecem inconsistentes: amadurecimento na prática. E há uma inspiração e beleza que vem de todo esse processo. Lua e Vênus fecham a noite propondo sutileza através da música, poesia, meditação, coisas que tragam beleza.

Segunda-feira - 21 de abril

A Lua segue em Capricórnio e o olhar voltado para o passado e futuro. Assim mede-se e pesa o que foi importante, o que foi aprendido e o que se quer para o futuro; mas sem isso ter um peso, cobrança, pessimismo e temor. Aqui já se subiu um tanto da montanha e a noção do tipo de solo, a força necessária e o que é preciso para continuar. Que tipo de preparo, se há condicionamento físico para isso, calçados adequados, roupa própria para frio e calor, água e alimento que nutre e revigora. Atenção na comunicação para não querer impor algo em contraposição ao que se considera rígido ou antiquado, sem sequer ouvir.

Terça-feira - 22 de abril

A Lua já em Aquário chega ventando com algumas noções, principalmente ideias livres e independentes Uma pequena amostra dos desafios do ano. A Lunação em Áries (Lua e Sol no mesmo signo- fase nova) terminando. Na minguante acontece a conclusão desse ciclo para iniciar o próximo que será em Touro no dia 29.04. Agora a praticidade passa a ser o foco: concretização. Mas primeiro a importância de reavaliar o que foi feito e investir no que já demonstrou mostrou gás, vigor para se estabelecer. No final do dia a Lua faz trígono a Marte: vontade de encontrar as pessoas, grupos de amigos e vida social. Enfim, conhecer pessoas diferentes. Vênus e Saturno em trígono até o dia 28 trazem profundidade aos relacionamentos, falar dos incômodos com clareza e elegância, sem acusações ou cobranças, apenas a responsabilidade (responder com habilidade) de cada um. Ou seja, o bom de estar junto, o elo e o compromisso com alguém.

Quarta-feira- 23 de abril

O momento é para tomar cuidado com atitudes impacientes, bruscas ou intempestivas. No cardápio do dia observação e frieza. Mercúrio já no signo de Touro. A comunicação ganha pausa, fala firme e suave. Aqui as ideias precisam ser práticas, consistentes, que se transformem em realidade, ganho e lucro. A comunicação no geral pode ser dificultada pela teimosia de ambas as partes. Nas trocas e conversas o tom de voz, volume e ritmo ganham destaque, credibilidade e impressionam também nas conquistas, paqueras e namoro. Nessa comunicação transmite-se segurança e autocontrole. À noite, Lua e Saturno batem de frente gerando um clima de desconfiança, hostilidade, agressividade e rudeza. Prudência e cautela são bem-vindas.

Quinta-feira - 24 de abril

A Lua já mergulhada no mar sensível e sensitivo de Peixes, proporcionando relaxamento, entrega e fluidez. Dia que distensiona e suaviza: imaginação. Com o passar das horas, espaço para sonhar acordado. Mercúrio e Sol em Touro sabem com dar forma e contorno a eles.

Sexta-feira - 25 de abril

É importante estabilizar as emoções, reconstituir, regenerar, restaurar. Nessa fase a Lua nas ondas de Peixes deixa a disposição algumas conchas que dentro dela contém um bálsamo curativo. Colocadas próximas ao ouvido, não se ouve o canto da sereia, mas a voz da própria Alma. Ela tem algumas exigências e sugestões. Primeiro que se contemple, depois silêncio e por último qualquer julgamento. Pois a voz é única e preciosa, mas só se escuta diante das três recomendações. Sexta-feira: dia de Vênus.

Sábado - 26 de abril

Disposição para sair, movimentar-se, exercitar-se. Lua em Áries que chega com vitalidade. No final da tarde, há uma indisposição da Lua com Marte, aliada a Urano. Excesso de energia, levar as coisas para o pessoal, sem jogo de cintura. Sol, Mercúrio e Netuno indicam que paciência, economia de palavras e firmeza não estragam a noite. Tranquilidade e paz não tem preço.


Nos períodos de eclipse nossa visão não costuma ser clara, pois um dos luminares (Lua ou Sol) fica na sombra por algumas horas. Por isso evite tomar decisões importantes próximo a essas datas ou alguns dias após; espere para ter mais discernimento e nitidez para então agir quando isso for possível. As questões podem desenrolar muitos dias após, ganhando forma e contorno. Convém aguardar. Na Lua cheia tudo fica exacerbado, principalmente as emoções em um mês com tantos aspectos marcantes e entrelaçados, dentro de um ciclo maior. O que é importante nesse período e nos meses que sucedem: autocontrole, coragem, inteligência emocional, paciência, flexibilidade, adaptação e maturidade - equanimidade. Novas bases estão sendo propostas e a atual profundamente reavaliada. O que realmente funciona, o que trava, impede, amarra. A estrutura precisa ser modificada, atualizada, de acordo com o tempo. Pode estar obsoleta. Por maior que seja a exigência e os desafios, por outro lado a oportunidade de descobrirmos potenciais, capacidades que desconhecemos e com ela o medo de arriscar. Ver desabrochar a criatividade que achávamos distante e que só algumas pessoas possuem, corre o risco de cair por terra. Tempos surpreendentes, transformadores e audaciosos nos aguardam. Tempos únicos.


Artigos relacionados - clique no título

>>> Astrologia: o que é e para quê?

>>> Astrologia e destino: De que forma o futuro é “escrito nas estrelas”?

 





Leia outras colunas interessantes aqui abaixo
Lua Fora de Curso Outro Lado Ser Integral Neoxamanismo

 
 
  Milene Schmitt Batista é astróloga
>> Mais informações>>
 
 
para a página principal