Coluna Fatos e Números - Fatos e novos enfoques ligados à numerologia

Faça a numerologia da sua empresa e da sua vocação profissional
Por Johann Heyss

Costumo receber muita correspondência de pessoas que desejam saber o que a numerologia teria a oferecer em termos de orientação para empresas. Portanto, resolvi abordar este assunto aqui na Fatos e Números.

A análise numerológica empresarial não se resume ao cálculo do número correspondente à Síntese do nome da empresa. Isto seria apenas a ponta do iceberg, o chamado Número de Fantasia, que trata do nome de fantasia, que representa, por sua vez, a imagem da empresa. A numerologia empresarial tem seus próprios cálculos e modos de interpretação, pois analisar uma empresa é evidentemente diferente de analisar uma pessoa. Não obstante, o mapa de uma empresa partirá do mapa completo, ou no mínimo de trechos essenciais, do (s) mapa (s) do (s) dono (s) da empresa. Afinal, uma empresa só existe como resultado do trabalho de pessoas, não tem vontade própria, não é uma entidade ou um ser, mas um conceito. Conceito que pode estar mais ou menos harmonizado com os seres dos quais se originou - e é aí que entra a análise numerológica empresarial.

Analisando o mapa do (s) sócio (s)

Caso não haja sócios, a análise do mapa do dono da empresa deve focalizar principalmente no aspecto profissional do indivíduo, sua vocação - a qual deve, naturalmente, estar em ressonância com a área de atuação da empresa. Além do que, a pessoa deve ser capaz de dirigir uma empresa, o que exige habilidade administrativa e política. Quando é o caso de sócios, é preciso primeiro analisar a harmonia e complementaridade entre os indivíduos. Isto inclui não apenas talento administrativo, mas também harmonia emocional e social entre ambos, e divisão justa e adequada de funções.

Para uma rápida análise da personalidade, sugiro a leitura do artigo "Como os números revelam quem você é" - clique aqui. Abaixo está uma breve lista de associações entre números e profissões.

Número 1 - Representa pessoas que direcionam e comandam no trabalho, líderes natos, os que se destacam nas equipes por suas idéias originais. Têm dificuldade em delegar poderes. As atividades mais comuns a Personalidades 1 são as de diretor, profissional liberal, político, piloto, bem como demais atividades em que o poder seja intrínseco. Tais atividades variam de sociedade para sociedade e de época para época. Por isso, Personalidades 1 podem ser de sacerdotes e poetas a atores e pop stars, devido mais ao fascínio do poder inerente do que à atividade em si.

Profissões relacionadas: Líder, chefe, porta-voz, piloto, comandante, político, inventor, publicitário, educador, vendedor, gerente.

Número 2 - Representa pessoas que funcionam no trabalho como eminência parda, que exercem influência sutil; geralmente funcionam bem como assessores e assistentes, mas sempre como parte de uma dupla -- naturalmente como a parte menos exposta, mas mais atuante nas internas. Gosta de ouvir as pessoas, se interessa por elas, portanto pode ser bom terapeuta. Por ter forte noção de ritmo, pode ser músico, mas curiosamente se destaca mais quando trabalha como músico acompanhante ou membro de uma banda do que como solista. Também a diplomacia é um campo fértil para Personalidades 2, que tudo fazem por um acordo onde ambas as partes saiam satisfeitas.

Profissões relacionadas: Músico, matemático, pintor, dançarino, estatístico, livreiro, numerológo, astrólogo, analista de sistemas, escritor, sociólogo, designer, médico, diplomata, servidor público, colaborador.

Número 3 - As profissões e atividades nas quais a Personalidade 3 se dá melhor são aquelas em que a pessoa pode se comunicar, se expressar e criar. Sendo assim, jornalistas, escritores, atores, artistas plásticos, publicitários, desenhistas, locutores, e todas as demais profissões que lidem com comunicação, com expressão e com idéias fazem parte do escopo de possibilidades do número 3. Por outro lado, dificilmente uma Personalidade 3 se adapta a um trabalho estanque ou monótono (bem o tipo que agrada à Personalidade 4).

Número 4 - Representa pessoas que lidam bem com hierarquia e burocracia, o que os valoriza muito no trabalho em empresas. Atividades que envolvem organização, discriminação, repetição mecânica e grande espírito de sacrifício pelo trabalho são as mais indicadas para as Personalidades 4, que gostam de se sentir úteis e de assumir responsabilidades. Também trabalhos em que se lide com a terra, seja na superfície ou no subsolo, são aconselháveis, bem como as áreas de construção e demolição (esta última especialmente indicada para os números 4 que se originam de 16).

Profissões indicadas: Fazendeiro, agricultor, geólogo, militar, construtor, arquiteto, engenheiro, administrador, bibliotecário, mecânico, escultor, político, trabalho em empresas de demolição.

Número 5 - Para atrair uma pessoa representada pelo número 5, a atividade profissional precisa ser o mais distante possível da rotina e de horários rígidos. Estas pessoas gostam de trabalhar e produzem bastante, mas somente quando sentem que estão se divertindo ao trabalhar. Não é possível extrair produtividade de uma pessoa do tipo 5 através da ordem e da disciplina, mas sim através do fluxo de energia ativa e criativa, o qual uma vez canalizado, rende frutos. Glamour é sempre bem-vindo e desejável.

Profissões indicadas: Comissário de bordo, modelo/manequim, estilista, guia turístico, importador/exportador, piloto, negociante, psicólogo, esportista, sexólogo, químico, vendedor, detetive.


Número 6 - As personalidades do tipo 6 são atraídas pela possibilidade de cuidar das pessoas, de nutri-las. Sendo assim, é fácil imaginar que ambientes de hospital, restaurantes e atividades relacionadas à assistência social costumam cair como uma luva para estas pessoas. Numa empresa, sempre será o funcionário com maiores pendores diplomáticos e que socializa com todas as esferas da equipe de trabalho. Atividades artísticas também são recorrentes em Personalidades 6, que não negam sua origem triangular.

Profissões relacionadas: Médico, enfermeiro, cozinheiro, assistente social, veterinário, botânico, decorador, locutor, artista.

Número 7 - Pessoas do tipo 7 precisam trabalhar em isolamento. Costumam se dar muito mal em trabalhos de grupo, até porque não buscam liderança, e sim independência, o que é algumas vezes antagônico. Precisam de silêncio e costumam gostar de atividades de pesquisa, de estudo e introspecção. A lida diária com o público seria algo próximo do pesadelo para tais pessoas.

Profissões indicadas: Pesquisador, filósofo, historiador, ocultista, arqueólogo, museólogo, escritor, psicólogo, homeopata, terapeuta, professor, cientista, artista, parapsicólogo.

Número 8 - O número 8 tende a ser uma versão amplificada do número 4 - o que é inclusive, neste caso, uma verdade matemática. Mas a diferença de postura profissional entre ambos é flagrante, já que o número 4 tende a ser o colaborador, o operário, mesmo o gerente, ao passo que o número 8 é aquele que sempre busca mais, e é competitivo, e quer crescer. O indivíduo do tipo 4 costuma ser mais humilde e se satisfazer num determinado ponto da carreira, mas 8 quer se expandir sempre mais e mais. Pessoas do tipo 8 costumam gostar de trabalhos relacionados a minerais, a grandes conglomerados industriais. Pode ser muito competente na área de entretenimento. Profissões relacionadas: Economista, advogado, juiz, banqueiro, negociante, industrial.

Número 9 - Há muitas semelhanças entre os números 5 e 9 no aspecto profissional. Ambos precisam de movimento, ausência de rotina, ambientes criativos e libertários para poder exercer bem suas funções. Profissões relacionadas: Artista, ator, decorador, guia turístico, comissário de bordo, importador/exportador, assistente social, porta-voz, ocultista, médico, político, esportista, ilustrador.

Número 11 - Se existe algo que não se pode esperar de uma pessoa do tipo 11 é "coerência", no sentido em que o termo é normalmente entendido: tais indivíduos têm uma noção muito própria do que seria coerência. Contudo, quanto mais progressista e incomum for o ofício, melhor será o desempenho da pessoa representada pelo arquétipo de 11. Profissões relacionadas: Artista (geralmente ligado a movimentos inovadores ou de vanguarda), filósofo, sociólogo, analista de sistemas, ocultista, inventor, químico, terapias alternativas. Muitas vezes sobressaem no campo da política.

Número 22 - As pessoas representadas pelo número 22 podem tentar se esconder na pele de um modesto 4, assumindo alguma de suas funções típicas, ou então abrir as asas e revelar seu potencial industrial, social, missionário, seu enorme talento para fazer as pessoas produzirem. Isto se dá porque, normalmente, o espectro de possibilidades para 22 é tão grande que surge a tentação de ser mais "normal", voltando-se ao 4 como escape. Isto não é indicado, já que reduz o potencial de 22.

Profissões relacionadas: Diplomata, Humanista, Gerente, Agente, Industrial, Comércio internacional, Educação, Escritor, Advogado, pode trabalhar bem em ONGs.

O nome de fantasia

Nome de fantasia é o nome pelo qual a empresa ou negócio é conhecido, o nome usado em publicidade. Por exemplo, vamos analisar o caso fictício de uma padaria, cujo dono deseja chamar de "Pão de Mel". Temos as seguintes opções iniciais: "Padaria Pão de Mel" e "Pão de Mel Padaria e Confeitaria". Somamos as letras dos nomes, como no exemplo abaixo:

7 1 4 1 9 9 1 7 1 6 4 5 4 5 3 = 67 / 13 / 4
P A D A R I A P A O D E M E L

7 1 6 4 5 4 5 3 7 1 4 1 9 9 1 5 3 6 5 6 5 9 2 1 9 9 1 =128 / 11
P A O D E M E L P A D A R I A E C O N F E I T A R I A

O número ideal para uma padaria seria 6, mas nem sempre podemos ter o número ideal, o que não é um terrível problema, já que muitos fatores contam para o sucesso de um negócio. Dentre estes dois, parece claro que "Padaria Pão de Mel", que produz o número 4, se encontra mais próximo do clima de uma padaria, já que inclui estabilidade, rotina, coisas necessárias ao bom funcionamento deste tipo de trabalho.

A razão social

Este é o nome de registro interno de uma empresa, que é usado apenas em formalidades e contratos, não sendo exposto normalmente ao grande público. Digamos que o nome escolhido tenha sido "Panificação Soares Ltda.", vejamos os cálculos:

7 1 5 9 6 9 3 1 3 1 6 1 6 1 9 5 1 3 2 4 1 = 84 / 12 / 3
P A N I F I C A Ç Ã O S O A R E S L T D A

Como uma padaria inclui a comunicação com o povo e com os clientes em geral, já que é um estabelecimento essencialmente popular e de alta rotatividade de clientes, um número 3 certamente vem bem como razão social. Já um número 5 ou 11 talvez fugisse um pouco ao aspecto de confiabilidade e segurança que uma padaria precisa transmitir, especialmente do ponto de vista legal, que é o aspecto principal de toda razão social.

Datas de registro e inauguração

Ao contrário de um nascimento humano, que não pode ser programado, o início do funcionamento de uma empresa é sempre determinado pela vontade humana. Temos a data do registro, referente à razão social, e a data de abertura, quando a empresa começa efetivamente a funcionar, que se relaciona ao nome de fantasia. Para calcular a melhor data, basta somar o dia, mês e ano em questão, e encontrar números iguais ou compatíveis com a razão social e fantasia, de acordo com a descrição oferecida do aspecto profissional dos números.

Numerologia nas empresas

Através da numerologia é possível também analisar os mapas dos funcionários, podendo assim conhecer melhor suas potencialidades e atribuir a eles funções que se extraiam deles estas potencialidades, harmonizando-os com o ambiente e com os outros funcionários. Um departamento pessoal moderno teria muito com que se beneficiar de uma análise numerológica dos indivíduos em sua equipe, já que todos têm um potencial, mas assumir a função errada pode sufocar o talento original da pessoa, o que poderá resultar num problema tanto para o funcionário quanto para a empresa.

O assunto é vasto e requer uma abordagem mais profunda, mas este artigo se propõe a lançar uma semente sobre o assunto, que pode e deve ser desenvolvido.

Artigos:
A relação entre os números e os quatro elementos
Por que a numerologia cabalística não existe?
Como os números revelam quem você é
Mudar de nome para melhorar a vida é mito
Numerologia explica fenômeno da Beatlemania
Por que a numerologia de Pitágoras nunca existiu

Envie este artigo para um amigo
Johann Heyss é escritor e estudioso de numerologia e esoterismo
Mais informações - clique aqui
Clique aqui para falar com Johann Heyss