Vida Saudável
Dicas relacionadas à nutrição para a sua saúde

Conheça os inúmeros benefícios da maçã para a saúde
por Jocelem Salgado




Uma maçã Gala fornece a metade de toda a vitamina C que você precisa num dia

Recentemente um estudo publicado no Journal of Medicine Food, analisou os efeitos do consumo de maçã e suco de maçã sobre os níveis de LDL oxidado. Conhecido como colesterol ruim, o LDL provoca danos cardiovasculares, e quando oxidado, forma placas ao longo das paredes da artéria coronária, causando a aterosclerose.

Nesse estudo participaram 25 pessoas que durante 12 semanas consumiram cerca de 400ml de suco de maçã (100%) ou duas maçãs diariamente. As variedades das maçãs usadas no estudo foram: Fuji, Golden Delicius, Granny Smith e Red Delicius. Após as 12 semanas, os níveis de oxidação foram avaliados e verificou-se diminuição de 20% em média, nos níveis de LDL oxidado.

Outro estudo realizado na Universidade de Cornell e que foi publicado em na Revista Nature, mostrou que 100g de maçã fresca pode ser mais benéfico que um comprimido de 1500mg de vitamina C. Os antioxidantes naturais presentes na maçã fresca seriam mais eficazes do que aqueles encontrados em suplementos dietéticos.

Testes laboratoriais também foram realizados e mostraram que extratos retirados da casca da maçã inibiram o crescimento de células cancerígenas em cerca de 43% e os da polpa 29%. Em células de câncer de fígado, os testes foram ainda mais eficazes. Os extratos da casca reduziram o crescimento dessas células em 57% e os da polpa 40%.

Benefícios da maçã

- Controle/redução do colesterol;

- Redução do risco de inúmeros cânceres;

- Ação antioxidante;

- “Escova de dente natural”:

- Fonte de fibra;

- Baixa caloria;

- Rica em pectina;

- Reduz o risco de doenças cardiovasculares e prisão de ventre.

E o que mais a maçã tem de bom?

São mais de 2500 tipos de maçãs cultivadas só nos Estados Unidos, e dentre essa infinidade de variedades, todas contêm quantidades consideráveis de nutrientes e substâncias benéficas à nossa saúde. A Fuji e a Gala estão no topo do ranking das maçãs mais consumidas no Brasil. Analisadas quanto à capacidade de reduzir o colesterol, a Gala abriu vantagem no páreo. Isso porque essa variedade oferece mais quercetina, um antioxidante que dificulta o acúmulo de gordura nas artérias. Graças a essa substância, que é da família dos flavonoides, a Gala impede com muita eficácia a absorção do colesterol no intestino. Verificou-se que com a ajuda dessa maçã, os excessos da molécula gordurosa são” varridos” do organismo.

Além disso, uma maçã Gala fornece a metade de toda a vitamina C que você precisa ao longo do dia.

Ambas apresentam características muito semelhantes, dificultando esclarecimentos de prós e contras. Por exemplo, a época de colheita é em períodos semelhantes (fevereiro até maio), estão disponíveis no comércio durante o ano inteiro (mesmo em períodos de entressafra, em que são disponibilizadas maçãs armazenadas em câmaras de atmosfera controlada) e apresentam preços próximos também. Ambas apresentam sabor adocicado, no entanto, a variedade Fuji pode apresentar alguma vantagem no que diz respeito ao seu menor teor de acidez.

Sendo essa fruta de baixa caloria, rica em fibras e substâncias antioxidantes, ela atua beneficamente na nossa saúde na redução de doenças. E esse benefício aumenta quando ingerida também a casca da fruta, pois há maior concentração de substâncias ativas.

A pectina é a principal fibra presente na maçã, é uma fibra solúvel (geralmente usada para engrossar gelatinas) e ajuda na redução de doenças cardiovasculares e prevenção de prisão de ventre. Além disso, essa fibra influencia favoravelmente as taxas de colesterol no sangue e funciona como um agente natural contra substâncias tóxicas, incluindo a contaminação por metais tóxicos. Têm sido mostrados ainda os efeitos benéficos da pectina da maçã tanto na redução do chumbo como na do mercúrio no trato gastrintestinal e respiratório.

Estudos investigaram pacientes com risco de doenças cardiovasculares, e eles tiveram uma redução de 7,6% no colesterol plasmático, a partir do consumo de maçã e de sua pectina. E em crianças foi benéfico seu consumo para o combate a diarreia.

Cerca de 100g de maçã encontramos de 1.5 a 2.5 gramas de pectina. Estudos mostraram que o consumo de 5 a 6g por dia dessa fibra é o necessário para se obter efeito na redução do colesterol, pois quantidades inferiores não mostraram efeitos significativos. Uma maçã média pesa entre 180/200g, podemos afirmar que a ingestão de uma unidade por dia fornece cerca de 3 a 5g por dia de pectina.

As substâncias antioxidantes presentes na fruta (casca e polpa), flavonoides e polifenois são capazes de preservar as células dos danos provocados pela ação dos radicais livres; com isso retardam o envelhecimento e protegem o organismo de uma série de doenças, inclusive o câncer.

Outro ponto positivo para a maçã é a presença de frutose, seu açúcar, que é absorvido de forma mais lenta pelo organismo em relação à sacarose (açúcar de cana usado diariamente). Isso beneficia as pessoas diabéticas, pois elas podem comer uma maçã diariamente sem aumentar os níveis de glicose do sangue.

Além de todos os benefícios que citamos, essa fruta pode ainda ser considerada como uma escova de dente natural, ajudando na higiene bucal. Morder e mastigar maçãs estimula as gengivas e aumenta a quantidade de saliva, diminuindo o número de bactérias na boca e ajudando no combate as cáries. Mas isso não significa abandonar a escova de dente, nem tão pouco o fio dental.

Valor nutricional da maçã

Nutrientes

Quantidade

Calorias

63,3 Kcal

Água

84,4g

Carboidratos

15,0g

Proteínas

0,4g

Gordura

0,4g

Fibras

2,7g

Vitamina A

*40UI

Tiamina (B1)

45ug

Riboflavina (B2)

100ug

Niacina (B5)

0,5mg

Vitamina C

8mg

Potássio

127mg

Fósforo

12mg

Sódio

11mg

Magnésio

8mg

Enxofre

7mg

Cálcio

7mg

Ferro

1mg

Fitoserol

12mg

* Unidades Internacionais

Mais informações: www.jocelemsalgado.com.br

 

Artigos relacionados - clique no título



>>> Alimentos que contêm ômega 9 e seus benefícios à saúde

>>> Consumo adequado de alimentos é mais eficaz que suplementação de vitaminas

>>> Entenda por que as dietas da moda não funcionam

>>> Na geladeira: Será que você sabe acondicionar os alimentos de forma correta?


 

Colunas relacionadas:
Nutrição Funcional Cyber Drogas Psicologia do Esporte Cérebro e Corpo
para ler artigos anteriores
 
Jocelem Salgado
Profª. Titular em Nutrição LAN/ESALQ/USP/Campus, Piracicaba
>> Mais informações >>
Clique aqui
e compre o livro
"Guia dos Funcionais" de
Jocelem Salgado
Clique aqui para falar com Jocelem Salgado
para a página principal