Comportamento
Oriente-se pela psicologia e cultive sua auto-estima

Acompanhado ou só; fique bem com você na data
por Rosemeire Zago

Dia dos namorados! Para quem está com seu amor ao lado, a única preocupação é o que dar nesse dia, aonde ir, o que podem fazer para simplesmente ficarem juntos. O que importa mesmo é ser criativo, fazer algo diferente. Não quer sair, pois todos os lugares estarão lotados? Sem problemas, prepare uma comidinha bem gostosa, e se não tiver tempo de preparar, que tal um fondue para curtirem só os dois?

Amar exige troca, cuidado, carinho, atenção e muito diálogo

Ou ainda, pense em  dar de presente uma gostosa massagem para seu amor, feita por você, é claro! Providencie um óleo, um creme cheiroso, seja criativo, isso vale para os homens, como para as mulheres. Só não pode dar desculpas para  não permitir amar ou deixar a data passar em branco. Sim, todos sabemos que é uma data comercial, mas isso também depende de cada um, pois todo ritual de celebração é válido quando se faz com e por amor.

Relembrem juntos o dia em que se conheceram. Como foram esses momentos inesquecíveis onde cada um trazia esperanças, expectativas e sonhos que pensavam que jamais se realizariam? É muito bom relembrarem a primeira troca de olhares, você se lembra? E o primeiro beijo, como foi? Ainda é assim até hoje? Se não for, o que estão esperando para resgatarem esses momentos? Existia o medo de não serem correspondidos, de errarem de novo e mais uma vez serem machucados? Mas com certeza conseguiram superar os medos e as inseguranças e foram se entregando um ao outro e a paixão foi dando lugar ao amor. Tudo era motivo para um bilhete, uma flor, um telefonema inesperado, só para lembrar ao outro o quanto é importante. Por que não resgatar esses momentos e inclui-los no dia-a-dia novamente? E quando ficavam longe e as horas pareciam não passar e a espera do reencontro aumentava a saudade que parecia que ia sufocar? Onde ficou tudo isso?

Lembre-se que as coisas que o dinheiro pode comprar, qualquer pessoa pode dar, mas o amor verdadeiro não. Esse sentimento pode não ter valor material algum, mas afinal, o que levaremos quando um dia partirmos para outro plano, senão o amor? O amor com certeza não pode comprar nada, mas conquista tudo. É esse amor que nos conforta, que nos faz crescer, que nos faz sentir vivos, que nos dá colo, que cuida, que devemos trocar todos os dias, pois é ele que faz tudo ter outro sabor, pois tem sabor de amor.

Por tudo isso, não deixe de comemorar, pois o que vale mesmo nesse dia, e em todos os outros, é amar! Amar exige troca, cuidado, carinho, atenção, muito diálogo para que as mágoas não se acumulem e a distância se faça presente, trazendo sofrimento para ambos. Se o relacionamento está longe de ser o que você gostaria, converse, exponha suas necessidades emocionais, sem medo, sem vergonha, pois é isso que os unirá cada vez mais.

Oportunidade para fazer as pazes

Estão brigados? Essa é uma ótima data para fazer as pazes. Procure dar uma trégua e nada de brigas, discussões, mas sim um dia e uma noite de muita troca de amor, carinho, beijos, agarros e amassos.

E quem está só?

E quem está só, sem ninguém para compartilhar essa data, ou o relacionamento acabou há pouco tempo, ou há muito, mas o amor ainda existe, nada de ficar chorando pelos cantos, pensando e lamentando, e relembrando como era quando estavam juntos. Olhe para frente e não para trás, pois do contrário, só trará lágrimas e sofrimento. Agora é hora de cuidar mais de você, saber que mais importante que encontrar alguém para dividir tristezas e alegrias, é encontrar-se primeiro consigo mesmo.

Se tiver amigas ou amigos que gosta, por que não estar junto deles? Mas sem lamentações de estar sozinha (o) nesse dia. Sim, todas nós sabemos que é muito bom estar ao lado de alguém que amamos e que nos ama, mas é uma data para quem tem esse alguém, e para quem não tem, deve considerar apenas um dia como qualquer outro. Por exemplo, você vai ficar triste, chorando, por que no seu trabalho foi comemorado o Dia da Secretária e você tem outro cargo? Tudo depende de como encaramos as situações, e isso vale em tudo na vida. Você poderá passar esse dia muito bem com amigos, com você mesma, ou ficar chorando, qual você prefere?

Se houve uma separação há pouco tempo e você pretende voltar, lembre-se que às vezes precisamos nos separar para nos reencontrarmos mais seguros do que queremos, mais confiantes do que sentimos. Mas esteja você com alguém ou não, procure estar em paz consigo mesmo, pois esse sim é o primeiro passo para construir, reconstruir ou manter relações saudáveis, e isso independe do dia e mês que estamos, mas depende muito mais do amor que somos capazes de sentir por nós mesmos.

Colunas relacionadas:
Luiz Alberto PyRoberto ShinyashikiIntegre-seEu
para ler artigos anteriores
este artigo para um amigo
Rosemeire Zago
é psicóloga clínica com
abordagem junguiana
>> Mais informações >>
Clique aqui para falar com Rosemeire Zago
para a página principal