Neurociência & Aprendizagem
Neurociência pedagógica: abordagem neurobiológica e multidisciplinar sobre a complexidade cerebral na sala de aula
Cérebro feminino possui vantagens
por Marta Relvas

"O cérebro da mulher é capaz de perceber sentimentos e traduzi-los em pensamentos e experiências emocionais."

Apesar de não existir grandes diferenças anatômicas entre os cérebros feminino e masculino, a Neurobiologia cada vez mais os desvenda.

Percebemos no dia a dia acentuadas nuances comportamentais no agir, pensar e sentir entre mulheres e homens. Será que é um comportamento moldado somente pela cultura e sociedade?

Algumas pesquisas revelam que essas variações de comportamentos estão atreladas ao meio social e ao contexto em que o indivíduo vive e convive. Um exemplo disso é afirmar que a mulher é mais emotiva, menos racional, que não são boas nisso ou naquilo. Enfim, meramente mensurado e generalizado por aspectos culturais e sociais.

Vantagens do cérebro feminino

Mulheres dentro do contexto social fazem a diferença! Não que sejamos mais emoção, mas por que somos mais perceptivas às situações do cotidiano que nos envolve.

O cérebro da mulher é capaz de perceber sentimentos e traduzi-los em pensamentos e experiências emocionais. Ambos os sexos possuem uma estrutura cerebral responsável pelas emoções, conhecido como Sistema Límbico. No entanto, o que a faz diferente é sua fisiologia em tal sistema, que é diferenciada devido ao contexto vivido e à quantidade de hormônios e neurotransmissores, substâncias produzidas naturalmente pelas glândulas e neurônios. Assim, a progesterona e o estrogênio preparam biologicamente a mulher para desenvolver tais caracteres de feminilidade.

A mulher consegue realizar múltiplas tarefas por conta dos estímulos e motivações histórico-sociais. Esses constantes exercícios promovem em seus cérebros mais flexibilidade para formar novas conexões neurais, cientificamente chamadas de plasticidade neural/cerebral.

O volume cerebral das áreas da linguagem, denominadas de Wernicke e Broca, é 20% maior nas mulheres se comparadas com o cérebro masculino, daí a tendência das mulheres sempre quererem discutir a relação, além de ter mais habilidade na leitura e na fala.

O corpo caloso, estrutura que divide os hemisférios cerebrais em direito e esquerdo, é formado por uma grande massa de fibras nervosas conectadas, por isso a maior facilidade delas encontrarem objetos dentro das gavetas e conseguirem fazer várias tarefas ao mesmo tempo.

Dicas às mulheres:

Potencialize seus neurônios com bons pensamentos.

Só se entende os sentimentos quando se educa as emoções.

Artigos relacionados - clique no título



>>> Aumento de capacidade aeróbica melhora cognição em adolescentes, indicam estudos

>>> Inteligência muda e gera comportamentos inteligentes

>>> O lado obscuro da inclusão escolar

>>> Atividade física precoce pode melhorar funções cerebrais ao longo da vida


 
Colunas relacionadas:
Luiz Alberto Py Cérebro & Corpo Mente na Terceira Idade Eu
 
e leia textos anteriores
 
Marta Relvas
é professora, neurobióloga, neuroanatomista psicanalista e psicopedagoga
>> Mais informações >>

Clique aqui
para falar com Marta Relvas
para a página principal