Nutrição Funcional
Dicas para você ter boa saúde e bem-estar através da alimentação

Gripe: Alimentos que aumentam e baixam imunidade
por Patricia Davidson Haiat

"A canja de galinha pode ajudar muito para que a gripe vá embora mais rápido. Líquidos quentes ajudam na expectoração. Por outro lado, leite e derivados realmente devem ficar bem longe de quem está com gripe. Esse grupo de alimentos propicia a formação de muco no organismo e isso permite que o quadro de mal-estar como nariz entupido se prolongue" Em épocas de gripe todos querem saber se existe algo na alimentação que ajuda a prevenir a gripe e a boa noticia é que sim. A alimentação saudável, rica em frutas, legumes, verduras e cereais integrais é fonte de vitaminas, minerais e substâncias antioxidantes, e é tudo que o organismo precisa para fortalecer o sistema imunológico e melhorar a defesa antioxidante para que, quando ocorrer contato com o vírus, o corpo consiga combatê-lo de forma eficiente.

Para fortalecer o sistema imunológico são importantes as seguintes vitaminas e minerais:

Vitamina C

Apesar de ter efeito anti-histamínico, portanto pode ajudar a reduzir os sintomas da gripe. Pode estimular a resistência às infecções através da atividade imunológica de leucócitos e aumentar a produção dessas células de defesa, que têm efeito direto sobre bactérias e vírus, elevando a resistência a infecções.

A ciência ainda não conseguiu provar que megadoses dessa vitamina são capazes de prevenir a gripe. Se, por um lado, a vitamina C não ajuda a evitar a gripe, por outro, pode ajudar a reduzir a duração dos sintomas. Mas trabalhos já mostraram que o hábito de ingerir vitamina C para tentar diminuir a duração da gripe pode funcionar, reduzindo em 8% o número de dias com sintomas em adultos e em 14% em crianças.

Utilize as frutas, verduras e legumes ricos em vitamina C: acerola, frutas, limão, laranja, lima, kiwi, caju, tomates, morangos, folhas verdes escuras e pimentão verde) no dia-a-dia e fortaleça o sistema inunológico.

Vitaminas do complexo B

Aumentam a imunidade do organismo. Estão presente no levedo de cerveja, lentilha, arroz integral, gengibre, peixe, semente de girassol, soja, germe de trigo, banana, verduras verdes, abacate, galinha, gema de ovo e nozes.

Vitamina A

Apresenta um papel muito importante na manutenção da integridade das membranas mucosas e para o sistema imunológico. Sua deficiência provoca uma redução do número de linfócitos T circulantes, aumentando a probabilidade de infecções bacterianas, virais como a gripe. Procure consumir:cenoura, abóbora, batata doce, milho, damasco seco, brócolis, melão cantalupo, mamão, etc...

Vitamina E

Tem grande capacidade antioxidante e interage com as vitaminas A e C e com o mineral selênio que reforçam ainda mais suas propriedades. Sua função principal é proteger as membranas celulares contra substâncias tóxicas, radiação e os radicais livres. E um organismo com muito radical livre está mais sujeitos a infecções como pelo vírus da gripe. A vitamina E está presente no germe de trigo, óleos vegetais, amêndoas, nozes, castanha-do-pará, gema, vegetais folhosos e legumes.

Zinco

É um mineral muito importante para o sistema de defesa, pois faz parte de enzimas antioxidantes e sua deficiência resulta em diversas doenças munológicas.

Fontes de zinco são as carnes, peixes (incluindo ostras e crustáceos), aves, feijões e nozes são também boas fontes.

Selênio

Assim como a vitamina E, esse mineral possui grande capacidade antioxidante, ou seja, neutraliza a ação dos radicais livres no nosso corpo e ajuda na defesa antioxidante, deixando a gripe bem longe. E a castanha-do-pará é o alimento principal na fonte desse mineral.

Além de consumir esses alimentos, procure incluir ainda no dia-a-dia uma alimentação saudável: gengibre, especiarias, goiaba, melancia, maçã, inhame, folhas verdes escuras, alho, cogumelos e bactérias probióticas.

Alimentos que diminuem eficiência do sistema imunológico

Além disso, procure afastar da alimentação todos os alimentos que podem fazer o sistema imunológico reduzir a sua eficiência.

Devem ser evitados: alimentos industrializados que contêm grandes quantidades de aditivos químicos (corantes, aromatizantes, acidulantes, etc) que prejudicam o sistema imunológico e privam o organismo de vitaminas e minerais que ele precisa. Evite ao máximo alimentos ricos em gordura saturada e trans presentes em carnes gordas e produtos industrializados, pois deprimem o sistema imunológico.

Procure sempre as carnes magras, que não apresentam tanta gordura e contém ferro, mineral essencial para o combate a gripe.

Entram no grupo dos alimentos que devem ser evitados, os doces e alimentos ricos em açúcares simples, pois como a gordura também atrasam a recuperação e ainda aumentam a eliminação de minerais importantes para o organismo como o magnésio e zinco, essenciais para o sistema antioxidante, isto é, a linha de frente no combate à gripe.

Por isso, dê preferência sempre aos cereais integrais que, ao contrário dos refinados, vão dar ao organismo tudo que ele precisa nesse período como: magnésio, zinco, cálcio entre outros.

Evite também álcool, cafeína e sal que enfraquecem o sistema imunológico e vão deixar a recuperação mais lenta.

Não pode ser esquecido que o consumo de leites e derivados (queijos, requeijões, etc...) dever ser moderado, isto é, evite o consumo diário. Esse grupo de alimentos, apresenta um tipo de proteína de difícil digestão, onde o organismo não consegue digeri-la e proteína intacta no organismo é vista como algo estranho. Com isso, o sistema imunológico é ativado e a partir daí vai ser "escolhido"um órgão de choque, isto é, um lugar aonde a inflamação vai ser instalada, que na maioria das vezes é a área respiratória, resultando em quadros de rinite, sinusite, etc... No caso da gripe, o leite e seus derivados ajudam a formar e espessar mais ainda o muco naturalmente formado pelo quadro.

Pegou gripe? Tome algumas medidas

Hidrate-se bastante

Líquidos são essenciais em casos de gripes, diluem o muco e ajudam em sua eliminação, melhorando sintomas de obstrução nasal e dor de cabeça, por exemplo.

Também entra na lista o alho, que é uma receita antiga para gripes e realmente tem um efeito bem interessante, porque ele apresenta substâncias que têm a capacidade de destruir alguns vírus da gripe, além disso, tem um alto poder antioxidante que vai ajudar o sistema imunológico a combater a gripe.

Outra dica são as sopas, como a canja de galinha, por exemplo, podem ajudar e muito para que a gripe vá embora mais rápido. Há tempos já se sabe que líquidos quentes ajudam na expectoração, pois colaboram para aumentar o movimento dos cílios pulmonares e, por consequência, do muco. Além disso, no caso da canja, temos a presença de um aminoácido chamado cisteína, que é liberado quando a carne de galinha é cozida. Esse aminoácido tem a capacidade de agir sobre o muco, tornando-o menos espesso. A cisteína agiria da mesma forma que a acetilcisteína, um princípio ativo usado na formulação de medicamentos para descongestionar os pulmões.

Pensando também em algo quente, temos os chás de ervas e condimentos tão presentes no inverno e com propriedades anti-inflamatórias.

Abuse da salsa, gengibre, guaco, hortelã, canela, pimenta e mostarda.

Podem ser feitas também inalações e gargarejos para melhorar sintomas de inflamação de garganta ou nariz entupido.

O mel pode ser um parceiro nos chás, ele apresenta propridades anti-inflamatórias que podem reduzir a tosse por formar "revestimento" na garganta irritada, aliviando o desconforto.

O leite e derivados realmente devem ficar bem longe de quem está com gripe. Esse grupo de alimentos propicia a formação de muco no organismo e isso permite que o quadro de mal-estar como nariz entupido, por exemplo se prolongue. Na verdade, o objetivo é consumir alimentos que diluam o muco e não que ajudem a formar mais.

Artigos relacionados - clique no título

>>> Iogurte, shitake, alho, ostra e cenoura fortalecem sistema imunológico

>>> Como pôr em prática a reeducação alimentar

>>> O papel da dieta na prevenção da gripe

>>> Até alimentação saudável pode causar desequilíbrio orgânico e doenças

Colunas relacionadas:
Vida SaudávelBelezaCorpo Alimentos & Você
para ler artigos anteriores
 
Patricia Davidson Haiat
é nutricionista funcional
>> Mais informações >>
Clique aqui para falar com Patricia Davidson Haiat
para a página principal