Sexo
Dicas para melhorar sua vida sexual
Preliminares masculinas: Saiba o que eles mais desejam
por Arlete Gavranic


Use a criatividade, faça com que ele senta prazer no corpo todo e não apenas no genital
Já escrevi aqui no Vya Estelar sobre o que a mulher mais espera do homem nas preliminares - clique aqui e leia. Agora vou falar sobre o que eles mais desejam que elas façam neles antes da penetração.

A prática sexual não pode ficar reduzida somente a beijinhos, penetração e ejaculação. É necessário estimular o erótico, descobrir como isso pode ser gostoso e esquentar o clima a dois.

Trabalhar esse tema com os homens nem sempre é fácil, a sexualidade deles é sempre muito genitalizada. Isso faz com que muitos percam a excelente oportunidade de conhecer as sensações corporais e o quão excitantes podem ser.

São muitas as formas de despertar o desejo desse homem. Uma carícia logo cedo, um telefonema carinhoso, um torpedo ou e-mail sensual, demonstrando a vontade de estar junto, são as preliminares básicas do relacionamento antes das sexuais.

Preliminares sexuais

Usar a imaginação é importante, fazer com que ele aprenda a sentir prazer no corpo todo e não apenas no genital.

Alguns podem gostar de serem vendados para se concentrarem mais nas sensações táteis do corpo, que deve ser explorado aleatoriamente, com toques suaves alternados com uma pegada mais forte, seja com as mãos, a ponta dos dedos, unhas, com uma pena/pluma, com os lábios, a língua, o roçar dos cabelos.

Não interessa a sequência que você vai seguir, mas explore a cabeça, o rosto, a nuca, as costas e as orelhas (eles adoram), estimule o abdome, desça pelas pernas, mas desvie da genitália.

Muitos homens relatam que adoram carícias e lambidas na parte de trás das coxas, outros relatam ter prazer nos pés. As nádegas podem ser acariciadas e a região do períneo (espaço entre o saco escrotal e o ânus) não pode deixar de ser estimulada, pois tem uma eroticidade muito grande pela enervação local.

Muitos não gostam de carícias na região anal, mas normalmente isso é medo de sentirem prazer e isso gera um conflito: o medo da parceira considerá-lo homossexual. Isso é bobagem, essa região pode ser explorada e traz muito prazer sem ter nenhuma ligação à orientação sexual.

Experimente outros tipos de beijo, com gelo, mel, mordiscado... (clique aqui e leia).

E por último, quando chegar na região genital você pode fazer caricias na região do pênis. Há uma sensibilidade muito grande na glande (cabeça do pênis) e no freio - pelinha que fica entre a glande cabeça e o corpo do pênis. Essas regiões respondem muito bem à excitação se estimuladas com a língua. E se for consenso do casal pratique o sexo oral - Dez dicas para o sexo oral - clique aqui e leia.

É importante lembrar que já nas preliminares sexuais o homem começa a eliminar uma secreção transparente pelo genital, isso é normal e indica que ele está excitado. Mas tenho que alertá-las que o contato com essas secreções com as mãos, boca ou genitais pode colocá-la em risco, pois essa é uma forma em que pode se contaminar com algumas doenças sexualmente transmissíveis. Por isso, mesmo que você “escolha” bem os seus parceiros sexuais, o uso de preservativo desde o início dos jogos sensuais é recomendado para evitar problemas futuros.

Use de apetrechos sensuais, um perfume ou incenso (se nenhum dos dois for alérgico), velas coloridas ou aromáticas, músicas sensuais, lençóis de seda ou uma lingerie com um toque especial, um massageador também pode fazer parte desse encontro. Afinal, na intimidade o que vale é o prazer de sentir e de estar juntos.

Artigos relacionados - clique no título


>>> Consumo excessivo de pornografia pode causar distúrbios de comportamento?

>>> Sexóloga classifica pensamentos antieróticos em quatro categorias

>>> Desejo sexual: O que mais passa na cabeça deles?

>>> Mulheres reclamam da falta de 'pegada' dos homens


Colunas relacionadas:
Cyber Vida SexualCyber Vida a DoisAmorLuiz Alberto Py
para ler artigos anteriores
 
Arlete Gavranic
é Psicóloga, Mestre em Educação; Educadora e Terapeuta sexual
>> Mais informações >>
Clique aqui para falar com Arlete Gavranic
para a página principal