Sexo
Dicas para melhorar sua vida sexual
Como sentir prazer sem transar, sozinho ou a dois
por Arlete Gavranic

Os pontos 'exóticos' do prazer - clique aqui

Você conhece as sensações do seu corpo? Você se permite explorar e desfrutar do prazer das suas inúmeras regiões? É sim, são inúmeras as regiões corporais com grande potencial sensorial propiciando, a quem se permitir, grande número de sensações. Isso ocorre porque cada centímetro de pele tem em média 1.500 receptores nervosos que captam o estímulo do toque, da carícia e levam esse estímulo ao cérebro, que irá reconhecer esses toques como sensações de prazer.

Mas apesar de vivermos num país tropical, quente não só na temperatura, mas na sensualidade dos corpos à mostra, boa parte de homens e mulheres desconhece muitas sensações de prazer que o corpo oferece.

Infelizmente os ocidentais ainda relacionam a ideia de prazer ao ato sexual e, consequentemente, restrito à genitália. Mesmo a masturbação ainda é vivida pelas pessoas com culpa. Esse é um fator que restringe a vivência prazerosa das pessoas, que esperam do sexo um prazer final, como se o orgasmo fosse a única fonte de prazer.

Corpo possui cerca de quatrocentas zonas erógenas

Segundo o Kama Sutra, manual indiano de sexo e da arte da sedução, nosso corpo apresenta por volta de 400 zonas erógenas. Aprender a tocar esse corpo é algo que deveria ocorrer naturalmente. Mas você pode começar agora a descobrir essas sensações, primeiro você pode fazê-lo através da masturbação - clique aqui e leia mais

É importante descobrir e explorar o corpo todo. Comece no banho acariciando cada parte do seu corpo e depois sinta a água escorrendo alternando a bucha vegetal com uma bucha macia. Essa diferença de estímulos irá mostrar a você o tipo de toque que mais lhe agrada. Um outro momento é logo após o banho, passe um óleo ou se preferir um hidratante pelo corpo testando a pressão no toque. Algumas pessoas gostam de usar talco. A questão é aproveitar para perceber como você gosta ou sente mais prazer, e que tipo de toques te estimulam mais. Faça movimentos circulares, alterne toques suaves com uns mais vigorosos, isso também pode mudar dependendo da região corporal. Só não utilize buchas, cremes, óleos e talco na região genital. Na genitália só devemos utilizar gel à base de água, vendidos em farmácias.

Pontos exóticos do prazer

As sensações de prazer podem estar na nuca, pescoço, ombros, barriga, braços, bumbum e a parte interna das pernas. Não esqueça de explorar a região do períneo (região entre a vagina e o ânus), axilas, costas, parte de trás das coxas, atrás dos joelhos, panturilha (batata da perna) e os pés.

Muitos homens não permitem que suas parceiras acariciem a região do períneo, pois têm receio de sentir prazer. Acham que, pelo fato do períneo ser próximo ao ânus, demonstraria um índício de homossexualidade. Isso é uma grande bobagem, tanto homens como mulheres, homo ou heterossexuais, podem sentir prazer, pois é uma parte do corpo que concentra feixes musculares e nervos, e que podem propiciar sensações deliciosas.

O prazer do toque a dois

Depois de conhecer seu corpo e suas sensações, você e seu parceiro podem fazer 'essa trilha corporal' ser uma descoberta de prazer mútuo. Experimentem fazer esse exercício dando dicas um ao outro do tipo de toque e das regiões mais prazerosas.

Além disso, vocês podem incrementar esse exercício com toques de diferentes tecidos, como um lençol de cetim ou uma echarpe, que também pode ser usada para vendar um, enquanto o outro oferece carícias surpresa, ou usar plumas que produzem sensações diferentes. Alterar a temperatura também pode ser interessante, um creme guardado na geladeira, um óleo levemente morno ou uma pedrinha de gelo, aí vai da criatividade. Pode-se também apimentar esse exercício não só com massagens ou toques; para muitas pessoas a sensação da língua sobre a pele costuma ser muito estimulante, como também uma suave mordiscada ou beijos molhados, ora suaves, ora com bastante pressão.

Mas lembre-se, não adianta ficar esperando que o outro descubra para você o que te leva a sentir prazer. O corpo é seu e cada um é responsável por descobrir as suas sensações, o seu caminho do tesão.

Após essas dicas, você só precisa acreditar que pode desfrutar do prazer do seu corpo, que não há pecado nenhum em curtir o que é seu, deixe a preguiça (pois vai dar trabalho) e o pessimismo de lado - "É difícil, será que vou conseguir? Vá em busca dos prazeres até então desconhecidos.

Boa sorte!

Artigos relacionados - clique no título


>>> Prática de masturbação pode ser mais interessante do que transa

>>> Sexóloga classifica pensamentos antieróticos em quatro categorias

>>> Masturbação em excesso com filme pornô pode fazer a pessoa perder a vontade de transar?

>>> Mulheres reclamam da falta de 'pegada' dos homens


Colunas relacionadas:
Cyber Vida SexualCyber Vida a DoisAmorLuiz Alberto Py
para ler artigos anteriores
 
Arlete Gavranic
é Psicóloga, Mestre em Educação; Educadora e Terapeuta sexual
>> Mais informações >>
Clique aqui para falar com Arlete Gavranic
para a página principal