Cyber Carreira
Seção dedicada a responder e-mails relacionados à vida profissional

Você sabe trabalhar sob pressão? O que responder na entrevista?




por Roberto Santos

Meu nome é xxx, 25 anos, como respondo numa entrevista para emprego: Você consegue trabalhar sobre pressão com prazos definidos, prazos curtos? Como trabalhar sob pressão?

"... ao perguntarem-lhe, pelo seu exemplo, se você consegue trabalhar sob pressão, é muito fácil dizer que você é muito bom nisso e não ser bem esse o caso. O correto para um entrevistador habilidoso e bem treinado seria pedir-lhe exemplos de situações extremas em que teve que fazer várias coisas ao mesmo tempo, como prazos curtos e desafiadores" Resposta: Pressão, estresse, paradoxos, conflitos, mudanças constantes e coisas do tipo são temas predominantes no mundo do trabalho, de forma crescente e avassaladora, principalmente nos últimos anos.

Fruto da globalização que gera uma competitividade assustadora e crises econômicas e financeiras, o ambiente de trabalho fica a cada dia mais desafiador e estressante, demandando dos trabalhadores em todos os níveis um "estômago frio" como se diz popularmente, ou uma perseverança diante daquelas situações, como nunca se havia sentido.

Um outro lado de sua consulta tem a ver com o processo de entrevista de seleção das empresas -- geralmente muito falho, pois se carrega de perguntas sem explicar o contexto e o objetivo. Além disso, ao perguntarem-lhe, pelo seu exemplo, se você consegue trabalhar sob pressão, é muito fácil dizer que você é muito bom nisso e não ser bem esse o caso. O correto para um entrevistador habilidoso e bem treinado seria pedir-lhe exemplos de situações extremas em que teve que fazer várias coisas ao mesmo tempo, como prazos curtos e desafiadores, com risco de impactar o trabalho de outras áreas e o negócio da empresa, e assim por diante.

Ao contar seus exemplos para o(a) entrevistador(a), esse ou essa poderá predizer se, baseado em como agiu no passado, poderá também agir no futuro.

Então, para você responder com solidez, firmeza e embasamento em exemplos reais, você deveria estar preparado para contar casos reais que teve que reagir com senso de urgência, fazendo o que tinha que ser feito e bem, sem se desesperar e criar conflitos desnecessários com outras pessoas, pois esta pergunta será cada vez mais frequente em suas entrevistas.

Por outro lado, se você não é lá muito bom para trabalhar sob pressão, "espanando" ou derrapando nessas situações, então torça para ser entrevistado por alguém que apenas aceite sua resposta afirmativa à pergunta -- o que não vai lhe garantir a permanência no emprego por muito. Se for esse o caso, melhor buscar algumas empresas "oásis" que ainda têm um ritmo mais devagar, antes que acabem.

Esta coluna trata exclusivamente de ASSUNTOS PROFISSIONAIS, pedimos a gentileza de enviar somente perguntas pertinentes a esse tema.

Artigos relacionados - clique no título

>>> Não sei que rumo dar à minha carreira. O que faço?

>>> Como recolocar-se no mercado depois dos 45?

>>> Recolocação no mercado: É um erro procurar emprego em outra área com salário inferior?

>>> Idade da Loba: Cedo ou tarde para alçar novos voos na carreira?


ATENÇÃO: As respostas do profissional desta coluna não substituem uma consulta ou acompanhamento de um profissional de psicologia e não se caracterizam como sendo um atendimento

Colunas relacionadas:
Gestão Pessoal Roberto Shinyashiki Atitudes Comportamento
para ler as respostas
 
Roberto Santos
é profissional de Recursos Humanos, com 30 anos de experiência, inclusive como executivo em grandes organizações multinacionais
>> Mais informações >>
Clique aqui para falar com Roberto Santos
para a página principal