Yoga
Entenda esta filosofia de vida e de saúde

Aprenda o passo-a-passo da visualização positiva

por Nicole Witek

Ir direto à técnica de visualização - clique aqui

No meu artigo anterior (clique aqui), falei do treino da atenção e da concentração para atletas, da capacidade de ter uma mente forte e persistente. Expliquei que o yoga é uma ferramenta para esse treino porque há milênios experimenta e ensina as técnicas de auto-realização, que passam pela realização dos sonhos, quer seja na vida pessoal ou na vida esportista.

O que é a visualização?

É a capacidade de “ver” na sua tela mental uma cena, ou de elaborar um cenário a partir dos sentidos internos. Os sentidos dos ocidentais geralmente estão mais focados no mundo externo.

Você pode ter o ouvido em perfeito funcionamento e bem treinado, um cérebro em perfeita condição de decodificar os impulsos nervosos que viajam ao longo do nervo auditivo, mas se a sua atenção estiver desligada, provavelmente você não vai ouvir o avião que passou acima da sua cabeça, ou sua esposa chamando para o jantar. Sua atenção estava totalmente ligada à leitura desse artigo.

Os sentidos são “pescados” pelo evento que está “chamando” sua atenção. Neste momento, sua atenção está sendo “chamada” para este artigo.

Mas da mesma forma que se pode “investir” sua atenção num evento que ocorre no mundo externo, pode-se investir a atenção no mundo interno.

Mas por que fazer isso?

Para programar seu ser nas camadas mais sutis e obter modificações que vão lhe aproximar de suas metas, a curto prazo ou a longo prazo.

Sabemos hoje que o cérebro usa sempre o mesmo “caminho neuronal” e entra nos hábitos de raciocínio e comportamento. O yoga fala de sulcos – como nos antigos LDs. A filosofia do yoga chama isso de “sanskaras”, da mesma forma que sempre se cai no mesmo “sulco”, voltamos sempre para os mesmos comportamentos.

Não se pode brigar consigo mesmo, correndo assim o risco do efeito boomerang: voltar com mais força contra você mesmo, correndo o risco de intensificar os “defeitos” ou aquele comportamento que gostaríamos de modificar para ter uma melhor qualidade de vida.

Vou dar um exemplo simples: Entro no palco, conheço minha timidez, já sinto o vermelho no rosto e minha timidez aumentando a cada minuto. Quanto mais eu brigo contra essa timidez, mais fico vermelha. Os efeitos da minha emoção são multiplicados por 1.000. Não é isso que quero para mim. Quero confiança, leveza, bem-estar para divulgar as informações e já sei que domino o assunto da minha palestra.

'Ensaio imaginário'

Qual é o recurso proposto pelo yoga? Ensaiar.

Ensaiar alguns dias antes do evento para preparar a mente e fazer com que esse evento não seja mais desconhecido para mim.

Vou ensaiar na minha imaginação, vou usar minha capacidade de criar imagens mentais para dar um “curto-circuito” sutil no comportamento rotineiro da mente e descartar essas reações indesejáveis do efeito boomerang.

Vou usar todos meus sentidos para criar as imagens mais próximas possíveis da realidade: usando a visão, o olfato e o tato, para que a experiência se torne real em minha mente, aumentando minha probabilidade de obter o sucesso desejado.

Passo-a-passo básico para a visualização

1 - Sente-se num lugar confortável, onde você não será perturbado;

2 - Relaxe seu corpo e respire calma e tranqüilamente, desacelerando sua respiração;

3 - Feche os olhos e crie uma imagem vívida e convincente. Você pode se inspirar em um evento bem-sucedido que você tenha vivido;

4 - Se você achar que falta foco em sua mente, apenas perceba suas dificuldades, sem se irritar... Isso faz parte do treino;

5 - Foque sua atenção na respiração se você perceber que o foco está se afastando;

6 - Mantenha uma atitude positiva, fique calmo;

7 - Imagine a paisagem, o cenário, os sons, os sabores e aromas da experiência;

8 - Coloque o máximo de detalhes que você puder, para que o cenário seja ainda mais vívido: a sua roupa, a cor do céu, das plantas, as conversas ao seu redor...

9 - Se a visualização partir para uma direção diferente, caso você não consiga se controlar, apenas abra os olhos e abandone por enquanto. Você retomará mais tarde, num momento mais favorável;

10 - Se tudo estiver do jeito que você quer, continue tranqüilamente, despertando emoções e combinando-as com sua visualização;

11 - Termine sempre a sessão com uma imagem positiva.

Parece fácil... Mas não é! Existe ainda um “porém”...

“Prathyarara”

É necessário ser capaz de praticar “Prathyarara”: ou seja, ser capaz de “parar” as informações que vem do mundo externo, desencadeando flutuações mentais parasitas. Prathyarara, aliado ao estado de relaxamento, são os dois ingredientes de base para o sucesso da visualização.

Só se pode realizar essa visualização estando num estado de relaxamento. O relaxamento é a primeira condição para programar a mente. E como você meu leitor, já sabe, não se pode relaxar sem uma respiração propicia.

Agora você vai entender porque o yoga faz maravilhas nesse assunto.

As técnicas de yoga formam um conjunto cuja meta é o domínio das flutuações mentais. Essas flutuações impedem que suas imagens sejam claras e persistentes, pois desviam seus pensamentos.

Todas as técnicas de yoga vão ajudar a clarear sua mente e fazer com que as imagens criadas a partir de seus sentidos internos, sejam nítidas. Tão nítidas que todo seu ser se organizará para lhe dar apoio, para sair dos: “sulcos” habituais, das trilhas tantas vezes trilhadas e lhe proporcionar uma experiência diferente, que é essa que você intencionalmente programou, nesse caso, o seu sucesso.

O yoga é uma tradição completa, já pensou em tudo para você. Como dizia minha professora: “não inventem moda!”. Já está tudo à nossa disposição. Há milênios!

Essa possibilidade de visualização criativa pode servir tanto para o atleta, como para uma pessoa doente, ou sofrendo de alguma lesão, pois acelera os processos de cura. Uma vez que os sentidos são “voltados” para o mundo interno, uma vez que toda a atenção do “proprietário” está “investida” para dentro, os processos de recuperação são acelerados. Não existe mais a pulverização da atenção.

Realmente não é fácil, mas os yogis elaboraram diversas técnicas para que cada um pudesse encontrar seu jeito de controlar a mente. Com algum empenho, todos conseguem os resultados desejados.

O yoga tem todos os recursos necessários a sua disposição, seja para melhorar a sua qualidade de sua vida ou para que você atinja suas metas.

Artigos relacionados - clique no título

Aprenda a respirar em quatro fases

Meditar pode ser fácil e natural

Mensagem de 'O Segredo' é correta, mas é difícil aplicá-la

Peça e receberás: é tão simples assim?


Colunas relacionadas:
Medicina Complementar Psicologia do Esporte Cérebro & Corpo Equilibre-se
para ler artigos anteriores
este artigo para um amigo
Nicole Witek
é Yoga consultant, formada em yoga dinâmica, asthanga, yoga pré e pós natal, etc
>> Mais informações >>
Clique aqui para falar com Nicole Witek
para a página principal