:: músicos | ficha técnica
:: MÚSICOS

 

1 - Código de acesso (Itamar Assumpçăo)
Participação especial do grupo UAKTI:
Marco Antônio Guimarães, Décio Ramos, Paulo Santos, Artur Andrés
Arranjo: Marco Antônio Guimarães
Programação: Christiaan Oyens
Edição: direto

2 - Verbos sujeitos (Christiaan Oyens - Zélia Duncan)
Arranjo e guitarra: Fernando Vidal
Arranjo e baixo: Aurélio Dias
Piano Fender Rhodes e órgão Hammond: William Magalhães
Scratch: Ramiro Mussoto
Arranjo, Weissenborn, violão, bateria e programação: Christiaan Oyens
Edição: ZB Produções

3 - Depois do perigo (Lucina - Zélia Duncan)
Arranjo e violão: Christiaan Oyens
Violão: Zélia
Baixo: Ézio Filho
Guitarra: Vinícius Rosa
Pedal steel: Rich Ferreira
Gaita: Flávio Guimarães
Edição: ZB Produções


4 - Haja (Christiaan Oyens - Zélia Duncan)
Arranjo, violão, Weissenborn e bateria: Christiaan Oyens
Baixo: Décio Crispim
Piano Wurlitzer: Márcio Miranda
Guitarra: Vinícius Rosa
Edição: ZB Produções

5 - Sexo (Christiaan Oyens - Zélia Duncan)
Arranjo, programação, piano, guitarras, violão e slide Indiano: Christiaan Oyens
Baixo: Liminha
Teclados: Márcio Miranda
Arranjo, percussão e programação de bateria: Ramiro Mussoto
Bateria: Christiaan Oyens
Edição: ZB Produções

6 - Imorais (Christiaan Oyens - Zélia Duncan)
Arranjo, violão e bateria: Christiaan Oyens
Baixo: Décio Crispim
Percussão: Ramiro Mussoto
1º Violino: Ricardo Amado
2º Violino: Antonella Lima Pareschi
Viola: Jesuína Noronha Passaroto
Violoncello: Alceu de Almmeida Reis
Arranjo de cordas: Eduardo Souto Neto
Arregimentação de cordas: Perrota
Edição: ZB Produções

7 - Toda vez (Christiaan Oyens - Zélia Duncan)
Arranjo, bandolim, Weissenborn e bateria: Christiaan Oyens
Baixo: Ézio Filho
Acordeon: Sacha Amback
Edição: ZB Produções

8 - O lado bom (Christiaan Oyens - Zélia Duncan)
Arranjo e guitarra: Fernando Vidal
Arranjo e baixo: Aurélio Dias
Piano Fender Rhodes e órgão Hammond: William Magalhães
Congas, pandeiro, ganzá e crotales: Ramiro Mussoto
Sax alto e flauta: Monteiro Júnior
Trompete: Demétrio Bezerra
Trombone: Bidú Cordeiro
Arranjo de metais: Aurélio Dias
Arranjo, bateria e programação: Christiaan Oyens
Edição: ZB Produções

9 - Quase sem querer (Negrete - Lobos - Dado Villa - Renato Russo)
Arranjo e violão Martin: Zélia
Arranjo e participação especial [ violoncello]: Jaques Morelembaum
Edição: Tapajós

10 - As vezes nunca (Christiaan Oyens - Zélia Duncan)
Arranjo, programação, violão e sitara elétrica: Christiaan Oyens
Baixo: Ézio Filho
Guitarra: Vinícius Rosa
Teclados: William Magalhães
Derback, tabla, drum e reco-reco: Ramiro Mussoto
Edição: ZB Produções

11 - Por hoje é só (Christiaan Oyens - Zélia Duncan)
Arranjo, Weissenborn e programação de bateria: Christiaan Oyens
Baixo: Décio Crispim
Acordeon: Sach Amback
Percussão: Ramiro Mussoto
Edição: ZB Produções

 

:: FICHA TÉCNICA

Poduzido por:
Christiaan Oyens

Gravado em Julho/Julho '98 nos estúdios A/R por:
Eduardo Costa
assistentes: Duda Mello, Fernando Fishgold e Fabiano França

Estúdio Joá por:
Renato Luís
assistente: Filet

Estúdio Spelunca por:
Christiaan Oyens

Produção Executiva:
Beth Araújo

Assistente de Produção:
Fabíola Araújo

Rodie:
Sérgio Henrique

Mixado por:
Eric Sarafin

Mixado e Masterizado no estúdio A&M
Los Angeles - Califórinia

Masterizado por:
Dave Collins

Assistente A&M:
Eric Ferguson

 

Direção Artística:
Paulo Junqueiro

Capa [design]:
Niura Bellavinha

Designers assistentes:
Ana Soter e André Rola (BK)

Foto:
Márcia Ramalho

Coordenação Gráfica:
Silvia Panella

Make-up:
Joãozinho Rocha

Agradecimentos:

Itamar Assumpção, Beth Araújo, Wea Music, Helena Raposo, Mariana e Nina Oyens, Paulinho Moska e Naná, galera do A/R, Helinho, Margrit, Denise Costa, Tereza Bellavinha, Bia Sion, Antonio Moreira, Rosina, Peter Niura, Luiz Otávio, Afonso, Helena, toda família, Dalton Pereira e Loise Duncan, minha mãe.
Instituro Benjamin Constant, muitíssimo obrigada.
Meu melhor carinho a todos que estimulam meu trabalho e aos fã clubes que participam ativamente da minha carreira.

Este álbum é dedicado ao meu encontro com Christiaan Oyens "num apartamento perdido na cidade" do Rio, em 1988, entre um violão de aço e a afinidade imediata que se estabeleceunaquela tarde à toa.

Alguns Fã Clubes:

"Um Jeito Assim" - Caixa Postal (105.059 Niterói RJ)
experimenta@hitnet.com.br (São Paulo)
bompravocê@openlink.com.br (Rio de Janeiro)
duncanfanatic@usa.net (Curitiba)


imprimir