O lado lírico de Zeca Baleiro
Novo DVD traz a vitoriosa turnê do CD Líricas

por Beto Feitosa

Zeca Baleiro nunca foi um artista convencional. Na hora de rever seus shows e lançar tudo em DVD ele escolheu começar pelo final. Em dezembro de 2004 chegou às lojas o show Pet shop mundo cão. Agora é a vez de mostrar o registro em vídeo da turnê Líricas, que viajou o país entre 2001 e 2002.

Mais uma vez fugindo do lugar comum, Líricas mostrou um lado de Zeca Baleiro que o público ainda não conhecia. Ao invés do peso sonoro do disco/show anterior, Zeca optou por uma formação pouco convencional na música popular: apenas instrumentos de cordas. Um dos próprios músicos, Lui Coimbra, entrega na entrevista dentro dos Extras: "No início até sugeri que tivesse uma percussão". Mas no final o resultado de Líricas foi um grande sucesso tanto artisticamente quanto comercialmente.

Aqui e ali uma percussão e uma gaita completam a festa. Mas basicamente apoiado por violões, baixo, bandolim, cello e rabeca, Zeca Baleiro desfila seu repertório com especial ênfase no disco de então com os hits Proibida pra mim, Comigo e Babylon. Ainda passam pelo filtro acústico sucessos como Lenha, Flor da pele e Samba do approach.

O cantor arranca risos da platéia quando mostra seu inédito Soneto erótico e deixa espaço para o público participar cantando uma música de seu primeiro disco, Stephen Fry. E mostra que pode fazer barulho sem bateria e guitarra no Heavy metal do senhor.

O ambiente é clean, a idéia era de um grupo de músicos tocando na sala de casa. Velas, fogueira e panos formam o clima desse encontro íntimo e divertido. Zeca Baleiro fica à vontade para fazer suas brincadeiras e interpreta suas músicas de letra marcantes.

O próximo passo é voltar ao peso sonoro de Vô imbolá (1999), fechando uma trilogia que começou pelo fim. Juntos, os três DVDs mostram uma tentativa de retrato de um artista inquieto e, por isso mesmo, inclassificável. A cara do novo milênio, sempre mudando para permanecer ele mesmo e dar asas à criatividade que transborda do artista.

  • Zeca Baleiro e sua Ópera Infame
  • Rossanna Decelso canta repertório inédito de Zeca Baleiro
  • matéria anterior:
  • Palavra Cantada trata crianças com respeito
    ÚLTIMOS LANÇAMENTOS