Ithamara Koorax destaca composições de João Gilberto
Álbum em dupla com Juarez Moreira reúne curta e nobre obra do cantor

Aplaudida no circuito internacional de jazz, Ithamara Koorax lança novo CD no mercado americano. Aproveitando os cinquenta anos do clássico LP Chega de Saudade, Ithamara aborda João Gilberto por um lado inesperado. É a obra do compositor que desenha o novo álbum da cantora, que divide o ambiente minimalista com o violão e a guitarra/jazz de Juarez Moreira. O CD Bim bom - the complete João Gilberto songbook traz todas as onze músicas assinadas pelo pai da bossa.

Há muito tempo Ithamara não soava tão brasileira. Acostumada a - tão impressionantes quanto belos - malabarismos vocais, aqui ela se encaixa com inteligência no canto aconchegante da bossa nova. Rezando pela cartilha do homenageado, Ithamara se junta ao violonista mineiro Juarez Moreira, que cria um ambiente mágico transitando entre a bossa e o jazz. O músico tem grande participação no álbum, dividindo com Ithamara e com o produtor Arnaldo DeSouteiro os arranjos e a concepção artística das releituras. Aparentemente simples, mas sofisticadas e criativas como ensina o mestre João Gilberto.

A lista de onze músicas do repertório inclui dois grandes clássicos do movimento: Bim bom e Hô-bá-lá-lá, que volta ao final como bônus em versão em inglês assinada por Aloysio de Oliveira. Essa faixa traz outra curiosidade: notas publicadas no farto encarte revelam que a música fez parte da primeira apresentação profissional de Ithamara, na extinta casa carioca Rio Jazz Club, em 1990. Mas a cantora nunca havia registrado em nenhum de seus discos.

João homenageia o amigo Luiz Bonfá - a quem Ithamara já dedicou um maravilhoso álbum em 1996 - em Um abraço no Bonfá. Celebra seus filhos com Valsa (Bebel), sucesso com os Novos Baianos, e João Marcelo. Assina uma dobradinha com Russo do Pandeiro em Você esteve com meu bem?, primeira composição de João, gravada originalmente por Marisa Gata Mansa, sua namorada na época. Passam também parcerias com João Donato como Coisas distantes (aqui como Forgotten places), No coreto (Glass beads) e Minha saudade.

Ainda inédito no Brasil, o disco teve lançamento em 11 de outubro pela gravadora americana Motema Records. Pouco mais de um mês depois os nomes de Ithamara Koorax e João Gilberto voltam a se encontrar, dessa vez na já tradicional votação anual da revista DownBeat, a bíblia do jazz. Na edição de dezembro a revista traz o resultado de sua pesquisa anual feita com os leitores. João Gilberto faturou o quinto lugar entre os cantores, superado somente por Kurt Elling (primeiro colocado), Tony Bennett (segundo), Bobby McFerrin (terceiro) e Mark Murphy (quarto). Ithamara Koorax foi eleita a terceira melhor cantora, pelo segundo ano consecutivo, atrás apenas da americana Cassandra Wilson (segundo lugar) e da canadense Diana Krall, que chegou em primeiro.

Compositor esporádico, João Gilberto ganha esse inesperado tributo. Um álbum de aparente simplicidade, mas com a sofisticação inventada pelo mestre e atualizada por Ithamara e Juarez Moreira. Para girar na vitrola sem parar.

+ conteúdo relacionado
comente aqui    comente aqui
BUSCA    BUSCA: Ithamara Koorax
 Visite o perfil na comunidade MPB.comkoorax

Compartilhe: envie link pelo Twitter envie link pelo MySpace envie link pelo Facebook envie link por e-mail

matéria anterior:
  • Zeca Baleiro encerra a saga do homem bomba
  • ÚLTIMOS LANÇAMENTOS