Sergio Coelho celebra obra autoral com Lula Moreno
Novo CD do compositor foi gravado entre Rio e Portugal

Músico escolado na noite carioca em 29 anos de carreira, o lado autoral de Sergio Coelho aparece em três CDs. O mais recente, De lá e de cá foca na parceria com Lula Moreno. Produção independente o álbum tem bom repertório com alma acústica alternando entre os tradicionais sambas e bossas.

O álbum foi gravado entre o Rio e Portugal, onde vive o parceiro de Sergio em cinco das onze canções. Além de assinar as composições Lula também toca violão e assina alguns dos arranjos que nasceram em terras portuguesas. Arquivos pra lá, ficheiros pra cá, Sergio e Lula se encontram e afinam na música.

A dupla está junta em Quando chegou o samba, Qual, Vestígios, Sabe-se lá e De lá e de cá que encerra o álbum somando ainda a participação de Luiz Fernando Gonçalves na parceria. Sérgio segue dobradinha com Luiz Fernando em Vento forte, recuperada de seu primeiro LP, e Por um falso amor. Com Markus Brito abre o disco em Outra vez, por você e ainda assina sozinho Bendita paixão, Cheiro de jeito e Por ora.

O álbum tem clima intimista, ambiente confortável para a voz de Sergio Coelho, compositor que defende sua obra autoral e celebra, nesse novo CD, uma parceria musical que já soma 23 anos.

Compartilhe: envie link pelo Twitter envie link pelo MySpace envie link pelo Facebook envie link por e-mail

 
+ conteúdo relacionado
comente aqui    comente aqui
site: www.sergiocoelho.mus.br
Ouça faixa:

matéria anterior:
  • Revendo dois tempos de Caetano Veloso: em 1972 e 2004
  • ÚLTIMOS LANÇAMENTOS