Amanda Ruzza e Mauricio Zottarelli lançam álbum gravado em dois dias
Músicos brasileiros radicados nos EUA criaram as músicas durante a gravação

Músicos brasileiros radicados nos EUA, Amanda Ruzza (baixista) e Mauricio Zottarelli (baterista) assinam o instigante álbum Glasses, no glasses, lançado pelo selo Pimenta Music. Gravado em apenas dois dias de muito improviso, o disco conta com a participação do tecladista e saxofonista argentino Leo Genovese.

O disco nasceu por acaso. Acostumados a tocar juntos em diversos trabalhos, Amanda e Mauricio entraram em estúdio para gravar um vídeo para uma empresa de pedais de efeito. Brincando com o novo equipamento, gostaram tanto do resultado e do entrosamento entre eles que resolveram seguir criando. Logo nesse primeiro dia surgiram, de improviso, cinco das oito faixas do CD: Soundcheck, Glasses, No glasses, Sugas high e Everybody is talking. Nessa última Amanda toca homenageando o lendário baixista Luisão Maia.

O som criado por eles é criativo, instigante. Passa pela black music, pelo funk, pelo jazz, fusion tropicalista e o que mais pintar e inventar. "Não nos falamos e nem controlamos nada", revela Amanda no texto de apresentação do disco. "Eu acho que o que aconteceu entre nós durante a gravação foi um momento mágico", conclui.

Criado ao acaso, soltando a criatividade e desligando controles, Glasses, no glasses é um disco moderno e inquieto. Cheio de surpresas, improvisos vigorosos e diálogo fluente entre os três músicos - uma chuva de cores e formas sai do som. Não se presta a fundo musical, a energia do disco não dá espaço para desviar a atenção no que está acontecendo.

Compartilhe: envie link pelo Twitter envie link pelo MySpace envie link pelo Facebook envie link por e-mail

 
+ conteúdo relacionado

  NOTAS