Virginia Rosa canta Clara Nunes em CD
Novo trabalho da cantora celebra Clara além do samba

Finalmente em CD, Virginia Rosa canta Clara traz a homenagem da cantora paulistana ao repertório de Clara Nunes. Com lançamento do Selo Sesc, o álbum busca valorizar a interpretação de Virginia em repertório plural, que vai além dos sambas sempre associados a Clara.

Virginia Rosa começou a carreira como vocalista do Isca de Polícia, histórico grupo de Itamar Assumpção. Nessa escola da lira paulistana aprendeu a conhecer e colocar sua marca de artista em qualquer trabalho. Ponto para ela que na hora de abraçar o repertório de uma cantora tão marcante como Clara, soube colocar na frente a artista Virginia Rosa. O álbum busca sua interpretação em arranjos contemporâneos para músicas eternas que fizeram parte do repertório de Clara Nunes.

A relação de Virginia com o repertório de Clara não é recente. Em 2004 a cantora paulistana rodou o país com um espetáculo em homenagem à mineira, que chegou a ser especial de fim de ano da TV Cultura. Em 2013, ano que o Brasil lembrou 30 anos sem Clara, várias outras homenagens apareceram. Se a de Virginia só ganhou registro dois anos depois, chega como a melhor e mais madura delas.

A intimidade de Virginia com o repertório de Clara permitiu ao produtor Ogair Junior a opção de gravar o disco praticamente ao vivo, com todos os músicos tocando juntos em apenas dois dias de estúdio. A direção artística, dividida entre Virginia e seu produtor Fernando Cardoso, procura iluminar Clara Nunes como uma intérprete plural, e não só de sambas.

Seus clássicos estão no disco como A deusa dos Orixás, Menino Deus, O mar serenou e Tristeza pé no chão. Mas o repertório é mais amplo e também lembra que Clara foi intérprete para Basta um dia, de Chico Buarque, Ai quem me dera, de Toquinho e Vinicius de Moraes, e Feira de mangaio, de Sivuca e Glorinha Gadelha.

O ator Ailton Graça participa de Iracema, lendo parte da letra de Adoniran Babosa, repetindo o dueto de Clara com o autor da música. Também passam pelo álbum o grupo vocal Clarianas, Toninho Ferragutti e Osvaldinho da Cuíca.

A força de duas grandes intérpretes. Mergulhar no repertório de Clara Nunes é tarefa difícil, mas Virginia Rosa faz sua reverência com personalidade e digital própria. Virginia Rosa canta Clara é um disco de encontro de duas cantoras de personalidade forte e caminhos criteriosos. Um trabalho de Virginia Rosa, uma homenagem a Clara Nunes.

Compartilhe: envie link pelo Twitter envie link pelo MySpace envie link pelo Facebook envie link por e-mail

 
+ conteúdo relacionado

  NOTAS